FANDOM


House-Targaryen-Main-Shield
House-Targaryen-Main-Shield
"Quero que os dois voltem para casa. Então me diga, doce irmã, como vamos para casa? ... Nós vamos para casa com um exército."
―Viserys para sua irmã, Daenerys[fonte]

Viserys Targaryen é o único sobrevivente herdeiro da Casa Targaryen, Viserys foi enviada com sua irmã recém-nascida, Daenerys Targaryen, para Essos em busca de uma vida segura. Ele viveu no exílio obcecado com a retomada do trono de sua família, disposto à abrir mão de tudo para completar seu plano de ascensão ao trono de ferro em Westeros.

Ele era o irmão mais novo do falecido Rhaegar Targaryen, o irmão mais velho de Daenerys Targaryen e o tio paterno de Jon Snow.

História

Viserys é o segundo filho e herdeiro do rei Aerys II Targaryen, o ex-governante dos Sete Reinos. Durante a Rebelião de Robert, depois que o irmão mais velho de Viserys, Rhaegar, foi morto na Batalha do Tridente, seu pai enviou Viserys e sua mãe gravida, rainha Rhaella, em segurança para Pedra do Dragão. O Rei Aerys foi morto durante o Saque de Porto Real junto com a viúva e os filhos de Rhaegar.

Assim, com apenas cinco anos, Viserys tornou-se o chefe da Casa Targaryen, embora, neste momento, a guerra tenha sido oficialmente perdida. Pouco tempo depois, sua mãe morreu no parto, enquanto as forças de Robert Baratheon cercavam Pedra do Dragão. Antes que eles pudessem chegar, Viserys e sua irmã Daenerys foram contrabandeadas com segurança para as Cidades Livre, através do Mar estreito no continente de Essos. Desprovidos de seguidores, Viserys passou os próximos 17 anos viajando entre as Cidades Livres tentando encontrar novos adeptos para uma tentativa de retomar o Trono de Ferro. Às vezes, no entanto, ele ficou literalmente implorando por comida e abrigo.

Viserys reivindica o título de Senhor dos Sete Reinos e se refere a Robert Baratheon apenas como "O Usurpador". Depois de anos vagando pelas Cidades Livres buscando apoio militar para retomar seu trono, Viserys e Daenerys tornaram-se convidados do poderoso Magister Illyrio Mopatis de Pentos.

1ª Temporada

Viserys Targaryen

Principe Viserys no exílio em Pentos.

Na Cidade Livre de Pentos, através do Mar estreito, Viserys e Daenerys Targaryen, desfrutam da hospitalidade de Magister Illyrio Mopatis. Viserys organizou para casar Daenerys com Khal Drogo, o líder Dothraki. Em troca, Drogo dará a Viserys a mão-de-obra que precisa para recuperar o Trono de Ferro. Viserys acaricia Daenerys nua antes do banho, com o pretexto de "ver o quanto ela cresceu". Daenerys não quer se casar com o Khal, mas Viserys insiste que ela irá. Durante uma breve apresentação na casa de Illyrio, Drogo aprova Dany.

Dany então diz que ela só quer ir para casa, mas Viserys diz que ele deixaria fazer qualquer coisa para ela se isso significasse ganhar o Trono de ferro.

Daenerys se casa com Drogo em uma grande festa é realizada na margem, ao lado de Pentos. Sor Jorah jura fidelidade a Viserys como Rei e oferece-lhe o seu apoio e conselho. Viserys instrui sua irmã a fazer Drogo feliz antes de Drogo levá-la para consumar a união.

Viserys decide viajar com o khalasar de Drogo até que a promessa dele seja cumprida. Jorah sugere que Viserys permaneça na mansão de Illyrio, mas Viserys ignora o conselho. Ao atravessar a borda ocidental do mar Dothraki, perto de Qohor, Daenerys ordena que o khalasar pare.

Viserys está furioso com Daenerys dando-lhe ordens e ameaçando-a com uma espada. Rakharo, seu guarda-costas, desarma Viserys e se oferece para matá-lo, mas Daenerys poupa sua vida. Ele é obrigado a andar em vez de montar no cavalo, um tremendo sinal de fraqueza entre os Dothraki. Quando Sor Jorah não toma seu lado, Daenerys percebe que Viserys nunca conseguirá retomar Westeros e que ele não poderia liderar um exército, mesmo que seu marido lhe desse um. Daenerys fica grávida de Drogo. Depois que seu cavalo é levado embora, os Dothrakis ridicularizam Viserys. Os Dothrakis sentem que um homem é realmente um homem, se ele cavalga em seu próprio cavalo: apenas os escravos caminham por milhas ao longo de uma horda. Viserys não conseguir impedir que seu cavalo fosse levado é visto como uma humilhação absoluta pelos Dothrakis.

O khalasar chega à Vaes Dothrak. Viserys despreza o local por suas barracas de lama e vai pra cama com uma criada de Daenerys, Doreah. Doreah deixa-o infeliz quando pergunta a ele sobre os dragões e sua extinção. Mais tarde, Daenerys envia Doreah para chamar Viserys para jantar. Enfurecido com o que ele pensa ser uma ordem, Viserys arrasta Doreah pelo cabelo para Daenerys. Ele ataca Daenerys e fala sobre sua superioridade. Daenerys o atinge no rosto com um cinto de metal pesado, visivelmente chocando-o e adverte que a próxima vez que ele levantar as mãos para ela será a última vez que ele terá mãos.

Viserys fica cada vez mais irritado com Drogo e teme que o Khal renuncie à sua promessa. Percebendo como os Dothraki tratam Daenerys, Viserys fica com ciumes. Ele tenta roubar os ovos de dragão de Daenerys para poder comprar seu próprio exército, mas Sor Jorah o pára. Ele acusa Jorah de ter desejos com Daenerys, mas diz que não se importa.

Um Viserys bebado mais tarde entra na barraca de Khal Drogo durante um banquete e exige sentar na frente, perto de Drogo, em um lugar de honra. Com Sor Jorah traduzindo, Drogo diz que há um lugar para ele: lá fora, com as crianças e as mulheres idosas. Viserys insiste com raiva que ele é um rei e será tratado como tal.

Khal Drogo aborda Viserys pela primeira vez na Língua Comum de Westeros dizendo "Você não é rei". Furioso, Viserys desembainha sua espada, muito bêbado e arrogante para atender o aviso de Jorah de que brandir uma espada na cidade sagrada de Dothraki é punível com a morte.

Viserys continua a exigir o exército que lhe foi prometido ou então ele irá embora com sua irmã (que de acordo com o costume da Casa Targaryen, deveria ter sido sua esposa e quem ele sempre pensou como sua propriedade sexual). Ele ameaça cortar o filho da barriga de Daenerys e deixá-lo para Drogo, a menos que eles saem imediatamente e Drogo lhe dê o que foi prometido: a coroa dos Sete Reinos. O Khal reconhece friamente os desejos de Viserys (através da tradução de Irri) e promete-lhe uma "coroa de ouro que os homens tremerão ao contemplar".

Viserysgoldencrown

Viserys é morto com ouro fundido.

Viserys, acreditando que era vitorioso, diminui a guarda e de repente é segurado por Qotho e por outro Guarda Costas do Khal. Drogo, em seguida, derrete vários medalhões de ouro do cinto em uma panela próxima. Viserys grita "Eu sou o dragão". Drogo se dirige diretamente a Viserys mais uma vez na Língua comum, dizendo: "Uma coroa para um rei", e derrama o ouro fundido na cabeça de Viserys como a prometida "coroa dourada", matando-o por sua impudência. Viserys morre em agonia e quando sua cadáver cai no chão, o ouro solidificado faz um baque retumbante. Daenerys observa friamente que "ele não era dragão", pois "o fogo não pode matar um dragão". Com Viserys morto, Daenerys é agora a legítima (e última) herdeira dos Targaryen, embora os eventos posteriores revelem alguém que possa realmente ter uma reivindicação mais forte.

Personalidade

Viserys era, de várias maneiras, o oposto de sua irmã Daenerys Targaryen. Ele era condescendente, violento, arrogante, imoral e extremamente cruel. Ele sofria de delírios maníacos de grandeza. Como Joffrey Baratheon, Viserys acreditava que as pessoas deveriam obedecer a ele apenas por seu status e, a seu ver, direito de nascença. Viserys era um homem violento e agressivo e descrevia seu temperamento como "um dragão", mas também se referindo a si mesmo como tal, mostrando que ele acredita que ele é o maior dos Targaryens. O temperamento de Viserys ultrapassa irremediavelmente o seu senso comum, tornando-o excepcionalmente imprudente.

Nos Livros

Em Pentos, Viserys encontrou o Magíster Illyrio Mopatis , que assumiu o interesse em entregar a Viserys o Trono de Ferro , em troca de recompensas após sua ascensão. Illyrio e Viserys arranjaram um casamento entre Daenerys e Khal Drogo, um poderoso Dothraki que prometeu a Viserys dez mil homens para conquistar os Sete Reinos. Drogo demorou em cumprir sua promessa, enquanto Viserys tornou-se cada vez mais insistente em fazer uma invasão.

Ele ameaçou Daenerys para que ela persuadisse Drogo, mas ela com uma nova posição de autoridade não o obedeceu.

Depois de tentar machucar Daenerys, ele teve seu cavalo levado, andando em um carro, um tabu entre os Dothraki, por isso ganhou o apelido de "rei descalço". Em Vaes Dothrak, Viserys ficou bêbado e novamente insistiu que Drogo deveria dar-lhe a coroa prometida.

Após Viserys sacar uma espada e ameaçar o bebê de Daenerys, Drogo derreteu o ouro de seu cinto e derramou em cima da cabeça de Viserys, uma "coroação" fatal para ele. Ele morreu sem nunca ter sentado no Trono de Ferro.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.