FANDOM


Este artigo está em construção! Você é bem-vindo(a) a expandi-lo e/ou fazer as alterações necessárias.


A estrutura social e política dos Sete Reinos baseia-se num sistema de senhores e senhorios, em que o poder político é dominado por casas nobres. Por sua vez, estas casas nobres são governadas pelas grandes casas que são juradas ao Rei dos Ândalos, dos Roinares e dos Primeiros Homens.

O sistema do senhorio pode ter sido introduzido em Westeros sob os Primeiros Homens, embora sua forma final foi conseguida depois que os Ândalos invadiram o continente seis mil anos atrás. Nos tempos antigos, cada senhor chamava-se um "rei", mas ao longo dos séculos os reinos menores mais fortes absorveram os mais fracos, gradualmente agregando-se em reinos maiores. Quando Aegon I Targaryen começou sua invasão de Westeros, o continente estava dividido entre sete grandes reinos. A Conquista Targaryen uniu os "Sete" Reinos em um único reino subordinado ao Trono de Ferro.

Estrutura social

A sociedade feudal dos Sete Reinos baseia-se numa rígida estrutura social que divide a população entre uma nobreza hereditária situada acima dos plebeus. Existe uma rígida hierarquia política, composta por reis e grandes senhores que comandam a lealdade de senhores menores que servem como seus vassalos. Este "governo" é baseado em juramentos pessoais de fidelidade: enquanto se pode falar de "reino" em um nível vago, eles não possuem um conceito abstrato do "Estado-nação" em termos modernos.

Reis

Ver artigo principal: Rei

Nobreza

Ver artigo principal: Casa nobre

Cavaleiros

Ver artigo principal: Cavaleiro

Plebeus

Ver artigo principal: Plebeus

Leis de herança

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.