FANDOM


A Segunda Rebelião Blackfyre ocorreu em 212. Começou em Alvasparedes, depois do torneio que ocorrera no local. Ali, o cavaleiro andante conhecido como John, o Violinista, foi revelado como Daemon II Blackfyre.

O torneioEditar

O casamento de Lorde Ambrose Butterwell com a filha de Lorde Frey foi usado para reunir aqueles que haviam se juntado à Casa Blackfyre em sua primeira rebelião, junto com os que se ressentiam com o governo de Corvo de Sangue. A maioria dos que haviam lutado pelo Dragão Negro na Primeira Rebelião Blackfyre tinham seus herdeiros como reféns, mas muitos destes haviam morrido na Grande Praga da Primavera, o que abriu caminho para que eles pudessem agir uma vez mais.

Os organizadores, principalmente Sor Tommard Heddle e Lorde Gormon Peake, convenceram Lorde Butterwell a oferecer seu valioso ovo de dragão como prêmio ao vencedor do torneio, e tentaram manipular a competição para que Daemon II pudesse vencer. A conspiração falhou devido à intervenção de Sor Duncan, o Alto e as façanhas de Sor Glendon Flowers com uma lança de torneio.

O ovo de dragão foi roubado e Sor Glendon foi acusado do crime e jogado na prisão. Entretanto, Sor Duncan matou Sor Tommard em um combate singular e revelou que o ovo que havia sido "encontrado" na bagagem de Sor Glendon era uma pedra pintada, sendo que o verdadeiro ovo continuava desaparecido. Daemon estava inseguro e não sabia em quem acreditar, de modo que concedeu um julgamento por justa a Sor Glendon que derrubou o Blackfyre na primeira investida.

A RebeliãoEditar

Chegaram notícias de que Lorde Corvo de Sangue marchava contra o castelo com três cavaleiros da Guarda Real, seus Dentes de Corvo e vários lordes, como os chefes das Casas Hayford, Blackwood e Lothston, que juntaram suas forças às dele. Daemon tentou incitar seus aliados para que lutassem até a morte, mas os guerreiros se recusaram a lutar por um líder tão fraco, que sequer portava a Blackfyre. Daemon então se apresentou a Corvo de Sangue e o desafiou a um combate singular. O Mão do Rei se negou e o tomou como prisioneiro, pondo fim à Segunda Rebelião.

"A Primeira Rebelião Blackfyre pereceu na Batalha do Campo do Capim Vermelho em sangue e glória. A Segunda Rebelião terminou com um choramingar."
―{{{2}}}


Trecho de "The Mystery Knight".

DesfechoEditar

Lorde Butterwell manteve apenas um décimo de sua fortuna, e Alvasparedes foi tomada pelo Trono de Ferro. Sor Tommard Heddle morreu nas mãos de Sor Duncan e Lorde Gormon Peake foi executado por sua participação na rebelião, assim como alguns outros.

Daemon foi mantido como prisioneiro por Corvo de Sangue para impedir que Açamargo coroasse outro dos filhos de Daemon Blackfyre.

Nobres presentes no casamentoEditar

  • Lorde Ambrose Butterwell, o noivo.
  • Lorde Frey, pai da noiva.
  • Lorde Gormon Peake, o líder da conspiração. Dois de seus três castelos haviam sido confiscados devido à sua participação ma Primeira Rebelião Blackfyre.
  • Lorde Alyn Cockshaw, amigo de infância de Daemon II Blackfyre.
  • Lorde Costayne, genro de Lorde Butterwell. Lutou pelo Dragão Negro no Campo do Capim Vermelho.
  • Lorde Risley, genro de Lorde Buttewell.
  • Lorde Shawney, lutou pelo Dragão Negro no Campo do Capim Vermelho.
  • Lorde e Senhora Smallwood
  • Lorde Joffrey Caswell
  • Lorde e Senhora Vyrwel
  • Lorde Sunderland

Ver também Editar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória