FANDOM


Porto Branco

Porto Branco é uma grande cidade portuária localizada ao sul de Winterfell, e a sede da Casa Manderly. É a maior instalação ao norte do Gargalo, mas a menor entre as cinco maiores cidades de Westeros. Porto Branco é o principal centro de comércio no Norte. Sua localização, na foz do Faca Branca, fornece oportunidades para a troca em outras partes do Norte.[1]

Devido a sua localização, Porto Branco possui um contato maior com o Sul, e existem mais cavaleiros e seguidores da Fé dos Sete em Porto Branco do que em qualquer outro lugar no Norte. A cidade tem acesso a excelentes pesqueiros, e também abriga muitos ourives.[2]

História

O castelo, e mais tarde cidade, de Porto Branco fora fundado pelo Rei Jon Stark, após expulsar os atacantes que usavam o porto como uma base para seus assaltos ao continente.[3] Muitos séculos mais tarde, a cidade foi dada aos Manderly, uma Casa exilada do rio Vago na Campina, por seus serviços aos Reis no Norte.

Cidade

A cidade se localiza na margem leste do Faca Branca. É limpa e bem organizada, com largas ruas pavimentadas que facilitam a movimentação. As casas foram construídas de pedra caiada branca, com telhados de íngremes de ardósia cinza-escuro.[4]

Arredores

  • Pedra da Foca, uma maciça pedra, que domina a aproximação do Porto Exterior. O topo é coroado com um círculo de pedras desgastadas, um forte dos Primeiros Homens que permanecera desolado e abandonado por centenas de anos. Atualmente, é ocupada por arqueiros, com balestras e lança-chamas. A pedra fica a quinze metros acima da água, com cor cinza-esverdeada. Focas geralmente podem ser vistas nela.[4]
  • O Porto, dividido em Portos Interior e Exterior. O Porto Exterior é maior e suporta uma vintena de navios. O Porto Interior oferece melhor ancoragem, e é protegido pela muralha da cidade de um lado, e a imponente massa da Toca do Lobo de outro, e uma longa parede de pedra, com quase dez metros de altura e um quilômetro e meio de comprimento, com torres a cada cem metros, localizada no quebra-mar que o separa do porto exterior.[4]
  • A Toca do Lobo, uma antiga fortaleza, que agora serve como prisão. É localizada na água, fora das muralhas da cidade. Existe um bosque sagrado dentro de suas muralhas.[4]
  • Mercado de Peixes, localizado entre o porto exterior e o Portão da Foca.[4]

No interior das muralhas

A cidade é protegida por espessas muralhas. O Portão da Foca se abre para o porto.

  • Pátio Pedepeixe, uma praça calçada com uma fonte em seu centro, é localizada logo após o Portão da Foca. Ele tem um beco que leva a um bordel.[4]
  • Velho Manancial, localizado no "Pátio Pedepeixe", esteve há muito tempo em desuso, até recentemente, quando foi aberto para funcionar como um abrigo para os refugiados da guerra.[4]
  • Enguia Preguiçosa, uma adega renomada por oferecer as as mais velhas prostitutas e o vinho mais vil de Porto Branco, junto com tortas de carne cheias de gordura e cartilagem, intragáveis em seus melhores dias, e tóxicas nos piores.[4]
  • Passo do Castelo, uma rua com degraus. Ele é um largo caminho de pedra branca que leva da Toca do Lobo, pela água, até Castelo Novo, em sua colina. Sereias de mármore, com vasilhames de óleo de baleia queimando aninhados nos braços, iluminam o percurso. De seu topo, é possível ver ambos os portos.[4]
  • Septo Nevado é um grande septo, com um teto abobadado encimado por altas estátuas dos Sete.[4]


O Castelo

O Castelo Novo é a sede da Casa Manderly. É localizado em uma colina, no interior das muralhas da cidade. O Passo do Castelo, um caminho de pedra branca, vai da Toca do Lobo até seus portões.[4] Nele, existe uma passagem secreta, conectando-o com a Toca do Lobo.[5]

  • Corte do Tritão é o grande salão do Castelo Novo, onde Lorde Manderly recebe sua corte e suas festas. Suas paredes, chão, e teto, são feitos de tábuas de madeira entalhadas cuidadosamente e decoradas com todas as criaturas do mar.[6]

Eventos recentes

A Guerra dos Tronos

Catelyn Stark contratou o Dançarino da Tempestade, para levá-la, junto com Sor Rodrik Cassel, para Porto Real, em Porto Branco.[7] A Senhora Catelyn retornou para o Norte, do Vale, com Sor Rodrik e seu tio, Brynden Tully, em Porto Branco. Ela e seu tio deixaram Porto Branco com Sor Wylis Manderly e sua tropa de quase mil e quinhentos homens para se encontrarem com Robb em Fosso Cailin. Lorde Wyman Manderly ficou na cidade para cuidar de suas defesas e preparar sua frota.[8]

A Tormenta de Espadas

Meistre Aemon manda um corvo para Porto Branco, apelando por sua ajuda para ajudar a defender Castelo Negro dos selvagens.

O Festim dos Corvos

É relatado pela Rainha Cersei que Davos Seaworth foi executado em Porto Branco, e que suas mãos e cabeça foram colocadas em suas muralhas.[9]

A Dança dos Dragões

Davos Seaworth nota a grande frota ancorada quando chega em Porto Branco, com o porto interior repleto com vinte e três galés de guerra.[4] Davos vai para Porto Branco para fazer um acordo com Manderly em nome de Stannis Baratheon. Ele é precedido, porém, por enviados da Casa Frey (Rhaegar Frey, Sor Jared Frey e Symond Frey), que vieram com os restos de Wendel Manderly, que morrera no Casamento Vermelho.[4]

Davos aparece perante a Corte do Tritão, a apresentar o caso para os Manderly, para que eles suportem a causa de Stannis. Para salvar seu único filho vivo, Wylis Manderly, que é prisioneiro em Harrenhal, Lorde Manderly faz com que levem Davos para a prisão como um traidor, na presença dos Frey.[6]

Manderly aprisionara Davos na Toca do Lobo, mas fizera com que um diferente prisioneiro fosse executado. O prisioneiro foi decepado, e sua cabeça foi mergulhada em alcatrão. Os dedos de uma das mãos também foram cortados, para lembrar Davos. A cabeça e as mãos foram, então, postas em espigões nas muralhas de Porto Branco, para dar aos Lannister e Frey motivo para acreditar na lealdade da Casa Manderly ao Trono de Ferro.[5]

Ao mandar um relatório falso para o Trono de Ferro e receber seu filho e herdeiro, Sor Wylis Manderly, de volta, ele libertou Davos. Por Wex Pyke, Manderly descobrira que Rickon Stark ainda estava vivo, mas precisava de um contrabandista para retirá-lo de Skagos. Então, ele disse a Davos que, se trouxesse Rickon Stark de volta, juraria lealdade a Stannis.[5]

Referências e Notas

  1. A Guerra dos Tronos, Capítulo 14, Catelyn
  2. A Tormenta de Espadas, Capítulo 73], Jon
  3. A Guerra dos Tronos, Capítulo 66, Bran
  4. 4,00 4,01 4,02 4,03 4,04 4,05 4,06 4,07 4,08 4,09 4,10 4,11 4,12 A Dança dos Dragões, Capítulo 15, Davos
  5. 5,0 5,1 5,2 A Dança dos Dragões, Capítulo 29, Davos
  6. 6,0 6,1 A Dança dos Dragões, Capítulo 19, Davos
  7. A Guerra dos Tronos, Capítulo 18, Catelyn
  8. A Guerra dos Tronos, Capítulo 55, Catelyn
  9. O Festim dos Corvos, Capítulo 24, Cersei


Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória