FANDOM


House-Baelish-Main-Shield
House-Baelish-Main-Shield
"O caos não é um poço. O caos é uma escada. Muitos que tentam escalá-lo falham e nunca mais vão tentar novamente. O outono os quebra. E alguns têm a chance de escalar, mas se recusam. Eles se apegam ao reino, ou os deuses, ou amor ... ilusões. Apenas a escada é real. A escalada é tudo o que existe."
―Petyr Baelish para Varys[fonte]

Petyr Baelish, muitas vezes chamado de Mindinho (do inglês, Littlefinger), é um personagem principal em Game of Thrones na , , , , e temporada. Ele é representado pelo ator Aidan Gillen e apareceu pela primeira vez no episódio Lorde Snow. Petyr Baelish era o Mestre da Moeda (do inglês, Master of Coin) no Pequeno Conselho (do inglês, Small Council), durante o reinado de Robert Baratheon. Ele é um manipulador hábil (influenciou vários acontecimentos que foram determinantes no decorrer da Guerra dos Cinco Reis) e usa sua propriedade de bordéis em Porto Real para ambos acumular inteligência sobre os rivais políticos e adquirir uma vasta riqueza. A rede de espionagem de Baelish é superada apenas pela de Varys.

Ele traiu Eddard Stark ,juntamente com a Casa Lannister do rei Joffrey Baratheon (após a morte do rei Robert Baratheon), tornando-se um dos instigadores da Guerra dos Cinco Reis. Na sequência dos acontecimentos da Batalha da Água Negra, o Rei Joffrey nomeia Mindinho como o Senhor de Harrenhal. Mais tarde, Mindinho conspira para assassinar Joffrey junto com a Casa Tyrell e foge em segredo com Sansa Stark para evitar suspeitas. Ele se casa com Lysa Arryn, eventualmente, e prossegue para assassiná-la pouco tempo depois, tornando-se lorde Protetor do Vale até que o lorde Robin Arryn (agora seu enteado, após seu casamento com Lysa Arryn) ter a idade apropriada. Essa soma de eventos torna Mindinho umas das pessoas mais poderosas de Westeros

Mais tarde, se direciona para O Norte com Sansa, instalando-se em Winterfell, castelo tomado pela Casa Bolton. Petyr faz uma aliança com Roose Bolton criando um casamento entre Sansa e Ramsay. Mais tarde volta para Porto Real e é revelado que o casamento foi uma desculpa para Petyr ter o consentimento da coroa para possivelmente dominar o norte depondo os Bolton por traição.

História

Hoster Baelish

O pai de Petyr (à esquerda) faz amizade com Lord Hoster Tully durante os Guerra dos Reis de Nove Moedas.

O bisavô de Petyr Baelish foi um mercenário Bravosi, a serviço de Lorde Corbray; quando seu filho se tornou um cavaleiro, ele tomou a cabeça de pedra do Titã de Bravos como seu brasão. O pai de Petyr era o menor dos pequenos Senhores de uns poucos acres rochosos no menor dos Dedos. Seu pai se tornou amigo do Lorde Hoster Tully durante a Guerra dos Reis de Nove Moedas, o que levou Petyr a ser criado em Correrrio, com os filhos de Lorde Tully.

Em Correrrio, Petyr foi criado como um protegido e educado junto àqueles de status mais elevado, as crianças Tully, Catelyn, Lysa e Edmure, que lhe deu o apelido "Mindinho", referindo-se às terras de sua família. Conforme cresceram, Petyr se apaixonou por Cat, mas ela o via apenas como um irmão. Quando foi anunciado o noivado entre Catelyn e Brandon Stark, Petyr desafiou o noivo, muito mais velho do que ele, para um duelo pela mão de Catelyn. Brandon venceu, deixando Petyr com uma enorme cicatriz, porém poupou sua vida devido aos pedidos de misericórdia de sua noiva. Catelyn nunca mais se comunicou com Petyr e queimou a única carta enviada por ele após a morte de Brandon.

Lysa, por sua vez, estava apaixonada por Petyr. Esquecendo a obsessão com a irmã dela, uma noite, enquanto ele estava bêbado e triste pela rejeição de Catelyn, ela entrou em seu quarto e deitou-se com ele. O delirante Petyr pode ter confundido as irmãs, a chamou de "Catelyn" naquela noite. Desde então, ele afirma (na corte e em privado) ter tirado a virgindade de ambas as irmãs Tully. Quando Lorde Tully descobriu isto, ele forçou Lysa a tomar chá-da-lua para abortar a gravidez e baniu Petyr de Correrrio, já que a Casa Baelish era muito pequena e insignificante para casar com algum Tully.

Petyr vs Brandon

A tentativa fracassada de Petyr de ganhar a mão de Catelyn.

Petyr manteve uma relação com Lysa mesmo após o casamento dela com Lorde Jon Arryn. Lysa convenceu seu marido a dar a Petyr o controle da alfândega de Vila Gaivota, onde ele aumentou por dez vezes as taxas. Suas habilidades financeiras resultaram numa série de indicações, resultando em sua nomeação ao cargo de Mestre da Moeda, compondo o pequeno conselho em Porto Real, pelo Rei Robert Baratheon. Lá, sua influência cresceu com o estabelecimento de contatos e aliados, inclusiva na Patrulha da Cidade. Também é dono de diversos bordéis na cidade.

Jon Arryn descobre que todos os filhos do Rei Robert Baratheon são, na verdade, frutos de incesto entre a Rainha e seu irmão, o Regicida, e planejava alertar o Rei. Petyr manipulou Lysa para envenenar seu marido, dizendo que seria para evitar que ele enviasse seu filho para longe. Lysa, que sempre foi ferozmente protetiva com seu filho, fez como lhe foi pedido. Após a morte de Jon Arryn, Petyr convenceu Lysa novamente, desta vez para enviar uma carta a sua irmã, Catelyn, afirmando que Lorde Arryn havia sido envenenado pelos Lannister.


1ª Temporada

Mindinho cumprimenta Eddard após sua chegada em Porto Real relata que o reino tem dívidas de seis milhões de dragões de ouro, metade é devido à Casa Lannister. Catelyn Stark e Sor Rodrik Cassel tentam se esgueirar para a cidade, mas são vistos por um dos homens de Mindinho. Eles são levados a Mindinho em um de seus bordéis. Catelyn está irritado por seu tratamento, mas pede ajuda à ele. Ela está tentando identificar as pessoas que tentaram matar seu filho, Bran Stark. Mindinho é capaz de responder rapidamente: a adaga elaborada pelo assassino costumava ser sua, mas ele a perdeu em uma aposta com Tyrion Lannister.

Eddard and Petyr 1x03

Eddard enforca Petyr por ter dito que sua esposa estava em um bordel.

Mindinho leva Eddard para ver sua esposa, mas quando Eddard percebe que ele foi levado para um bordel, ele pensa que Mindinho está insultando-o dizendo que sua esposa é uma prostituta. Eddard joga Mindinho contra uma parede antes de Catelyn aparecer e Eddard ficar mais calmo. Depois de ouvir suas novidades, ele promete encontrar a verdade e expor os Lannisters a Robert e Mindinho concorda em ser seu aliado nisso, pelo carinho que ele tem por Catelyn. Eddard acredita que Mindinho ainda está apaixonado por sua esposa.

Mindinho se liga mais firmemente à causa de Eddard, dando-lhe informações que conduzem Eddard à forja de Tobho Mott. Mais tarde, ele conta a Sansa Stark sobre como Sandor Clegane teve o rosto queimado por seu irmão. Ele aconselha a ela a não mencionar o assunto a Sandor.

Petyr and Varys 1x05

Baelish e Varys conversam.

Mindinho perde uma aposta para Renly Baratheon sobre a justa entre Sor Loras Tyrell e Sor Gregor Clegane. Ele deixa claro que ele conhece o relacionamento sexual de Renly com Loras, para o desconforto de Renly. Depois, Mindinho ameaça revelar ao rei que Varys se encontra com Illyrio Mopatis em segredo e Varys ameaça revelar aos Lannisters que Mindinho acusou Tyrion da tentativa de assassinar Bran Stark. No entanto, ambos concordam em matar Daenerys Targaryen antes que os Dothraki possa invadir Westeros.

Mindinho mais tarde apresenta Eddard para Mhaegen, uma prostituta e mãe de uma das crianças bastardas do Rei Robert. Fora do bordel, Eddard entra em uma briga com Sor Jaime Lannister. Mindinho foge, prometendo voltar com a Patrulha da Cidade.

Mindinho fica atordoado quando Eddard ordena que Gregor Clegane seja preso e executado por suas incursões em Correrio e que Tywin Lannister que se apresente no tribunal para responder pelos crimes do seu bandeira. Mindinho lembra a Eddard que Tywin é o homem mais rico em Westeros e que é ouro que ganha guerras e não exércitos. Eddard discorda, perguntando por que Tywin não é o rei se este for o caso.

Mais tarde, Eddard diz-lhe a verdade da paternidade de Joffrey e seu plano para instalar Stannis no trono quando Robert morrer.

Eddard and Petyr 1x07

Baelish ameaça Eddard Stark.

Mindinho sugere que eles deixaram Joffrey dominar e eles atuem como poderes atrás do trono. Se ele não amadurecer como rei como eles querem, eles podem expor seu segredo sujo e instalar Lord Renly em vez disso. Eddard rejeita o plano dizendo que era uma traição e, em vez disso, pede a Mindinho que traga a Patrulha da Cidade para sua causa. Mindinho concorda, mas mais tarde, a Patrulha da Cidade mata os homens de Eddard, enquanto Mindinho segura um punhal na garganta de Eddard, apontando: "Eu preveni você para não confiar em mim".

Lord Baelish pede à rainha que permita que Sansa Stark prove sua lealdade enquanto ele atende a audiência da menina com a Rainha e o conselho. Ele fica de pé com o pequeno conselho enquanto os detalhes do reinado de Joffrey são lidos e a posição de Barristan Selmy é ordenada para ser ocupada por Jaime Lannister; uma observação sarcástica de Baelish às custas de Selmy faz com que o cavaleiro experiente tire sua espada e atire no pé do rei. Ele olha com desconfiança para Varys enquanto Sansa procura perdão pelas ações de seu pai.

Baelish observa como Eddard Stark confessa em seu julgamento e é executado.

Mindinho discute o reinado com o Varys e eles se envolvem em brincadeiras em torno da falta de genitália do mestre do último. Eles eventualmente reconhecem sua mútua admiração e respeito, antes de serem interrompidos por Joffrey e sua comitiva.

2ª Temporada

A Citadela anuncia a chegada do inverno e Mindinho adverte ao pequeno conselho que eles não têm comida suficiente para um inverno prolongado que dure mais de cinco anos.

Cersei-and-Littlefinger-cersei-lannister-30310091-1024-576

Cersei ameaça Petyr.

Cersei fala para Mindinho para ele achar Arya Stark e sobre seu amor por Catelyn Stark. Ele responde ao referenciar seu incesto e recebe uma repreensão violenta quando Cersei diz a seus homens para cortar a garganta de Mindinho, mas depois diz que mudou de idéia, apenas para lembrá-lo de seu lugar.

Mindinho zomba de um pedido da Patrulha da Noite por assistência para combater a atividade dos Selvagens e relatar um ataque de Caminhantes. Mindinho intimida Ros em manter seu trabalho apesar do assassinato traumático de Barra que ela testemunhou no bordel.

Tyrion encontra-se com Mindinho e descreve um plano para casar Myrcella Baratheon com Robin Arryn para garantir o apoio do Vale. Ele prometeu fazer Mindinho o Senhor de Harrenhal e Lord de Correrio em troca de sua assistência e o juraramento secreto. Pycelle é preso por revelar que Tyrion planeja casar Myrcella com um membro da Casa Martell e Mindinho percebe que estava sendo envolvido em uma artimanha. Ele confronta Tyrion que se desculpa e oferece-lhe outra oportunidade; atuar como um enviado para Catelyn para propor uma troca de prisioneiros

SilentSistersNedsBones

Petyr dá os ossos de Ned a Catelyn

Mindinho encontra Catelyn no campo de Renly Baratheon nas terras altas. Ele enfrenta uma recepção gelada de Renly, mas, no entanto, se oferece para trair os Lannisters e abrir os portões de Porto Real para o exército de Renly. Ele se interessa pela nova noiva de Renly, Margaery Tyrell, e permite que Margaery saiba que ele está ciente de que é um casamento puramente político por causa da homossexualidade de Renly. Ele se encontra com Catelyn como planejado e entrega os restos de Eddard como um sinal de boa fé. Ela o cumprimenta com recriminações irritadas sobre sua traição com Eddard e rejeita seus avanços mal intencionado. Ele entrega os termos de troca sugeridos por Tyrion; Jaime por Sansa e Arya Stark. Mindinho diz que os Lannisters têm Arya sob sua custódia. Renly é morto em circunstâncias misteriosas e Mindinho então se aproxima dos Tyrells com uma nova proposta de aliança com Joffrey. Isso permitirá que Margaery Tyrell continue sendo uma rainha e ofereça vingança a Loras Tyrell por Renly.

Loras vengeance Renly

Petyr Baelish forja uma nova aliança com os Tyrells.

Mindinho viaja para Harrenhal para propor uma aliança entre a Casa Lannister e a Casa Tyrell para Lord Tywin Lannister. Mindinho é bem sucedido em negociar com os Tyrells e as forças aliadas chegam a tempo de reivindicar a vitória na Batalha da Água Negra.

Mindinho é elevado ao posto de Senhor de Harrenhal em recompensa. Ele brinca que agora ele deve começar a produzir alguns herdeiros. O noivado de Sansa com o Rei Joffrey é quebrado para que Joffrey possa se casar com Margaery. Sansa fica muito alegre por não precisar mais se casar com Joffrey, mas tenta parecer com o coração partido. Mindinho adverte Sansa que ela não está enganando ninguém e que Joffrey não a deixará ir, apesar colocá-la de lado. Lord Petyr diz a ela que ela o lembra de Catelyn e se oferece para levá-la para Winterfell, mas ela está relutante em confiar nele.

3ª Temporada

Baelish diz para Sansa que planeja contrabandeá-la para fora da cidade em seu navio quando ele sair em uma missão próxima.

Com sua nova posição como Lord de Harrenhal, o status de Mindinho é bastante elevado, o suficiente para ele deixar sua posição como Mestre da Moeda de Tyrion, comprar um navio e se preparar para navegar com uma proposta de casamento para a viúva Lysa Arryn. No entanto, sabendo muito bem que Sansa poderia acabar sendo uma esposa politicamente mais poderosa do que Lysa, ele planeja levá-la em seu navio. Ros, agora trabalhando secretamente para Varys, descobre suas intenções e informa Varys que prontamente convence Lady Olenna Tyrell a organizar um casamento entre Sansa e Loras.

Cersei pede para ele para coletar informações sobre os Tyrells, Mindinho ordena a uma de suas prostitutas homossexuais, Olyvar, atuar como escudeiro de Loras e seduzi-lo. Ele faz isso e consegue que Loras admita os planos do casamento com Sansa. Quando ela declina seu lugar em seu navio, Baelish percebe o plano de Varys.

BaelishShip

Petyr Baelish navegando para o Vale de Arryn.

Baelish deduz que deve ter sido Ros quem o traiu, então ele a entrega ao rei Joffrey, que a tortura e a mata com a besta. Depois, Mindinho confronta Varys sobre sua trama frustrada. Varys responde dizendo que ele "fez o que fez pelo bem do reino" para evitar que ele espira no caos, mas Mindinho o contesta afirmando que ele vê o caos como o cenário perfeito para escalar mais a escala social. Seu navio então parte para o Vale de Arryn.

4ª Temporada

Após a morte de Joffrey, Dontos Hollard entrega Sansa Stark ao navio de Lord Baelish. Depois que Sansa sobe a bordo, Dontos lembra Lord Baelish sobre seu pagamento. Baelish aperta os dedos e os besteiros matam Dontos. Baelish tira o colar de Sansa, que ele próprio fez e joga-o ao mar, pousando no corpo de Dontos.

Littlefinger reveal

Lysa lembra Petyr que ela matou seu marido a seu pedido.

Ainda navegando, Lord Baelish aproxima-se de Sansa em sua cabine e diz-lhe que eles estão a caminho do Vale, onde ela estará segura. Sansa o acusa de matar Joffrey; ele tenta negar isso no início, mas Sansa sabe que ele teve algo a ver com o assassinato porque tirá-la de Porto Real foi parte do plano. Ele admite isso, contando-lhe sobre o veneno no colar e afirma que Joffrey não é confiável e teve que ser removido. Porque Baelish foi ausente por um tempo, ele nunca seria suspeitado e todo o propósito do assassinato era confundir os Lannisters - o que sua nova amiga Lady Olenna queria muito.

Depois que Sansa conhece Lysa Arryn e seu filho, Lord Robin e diz que ninguém pode saber sobre sua presença, Robin leva-a para as câmaras. Baelish fica sozinho com Lysa, que o beija e diz que quer se casar com ele imediatamente. Ele está relutante no início e quer informar os Senhores do Vale sobre a cerimônia, mas Lysa diz que já tiveram a noite de casamento há muito tempo. Ela então pergunta a ele qual esposa faria por ele as coisas que ela fez, incluindo envenenar o vinho do marido, matando-o e depois escrevendo uma carta à irmã Catelyn alegando que era foi os Lannisters que fizeram isso, tudo isso a mando de Mindinho. Ele começa a beijá-la antes que alguém possa ouvi-la. Lysa então traz um septão para o salão para casar-se imediatamente e diz que gritará alto quando seu marido, Lord Baelish, está fazendo amor com ela naquela noite. Ela mantém sua promessa, muito para o aborrecimento de Sansa.

Littlefinger-sansa kiss

Mindinho beija Sansa

No dia seguinte, depois que Sansa briga com Robin por arruinar o castelo de neve de Winterfell que ela fez, Mindinho se aproxima dela e a acalma, afirmando que Robin deveria ter sido disciplinado por sua mãe há muito tempo e que ele lidará com Lysa. Quando Sansa afirma que nunca mais verá Winterfell, ele contesta que muito pode acontecer entre "agora e nunca" e que ela deve demolir sua antiga casa se quiser construir outra de novo. Sansa insiste em saber por que ele matou Joffrey. Ele responde que ele fez por amor da mãe de Sansa. Ele acrescenta que, em um mundo diferente, ela poderia ter sido sua filha. Ele descarta e afirma que ela é mais bonita que Catelyn já foi. Ele beija Sansa depois. Mais tarde, Petyr impede Lysa de atirar Sansa da porta da lua depois de ver o beijo. Depois que Lysa é subjugada, Petyr diz que sempre amou apenas uma mulher: "sua irmã". Ele então empurra Lysa para fora da porta da lua.

Littlefinger-the-vale-640x502

Baelish é interrogado após a morte de Lysa.

Após a morte de Lysa, Petyr Baelish é questionado por Lord Yohn Royce, Lady Anya Waynwood e Sor Vance Corbray sobre a morte de Lysa, que ele alega ser suicídio. Os senhores não acreditam nele, dada a devoção de Lysa ao filho. Eles rejeitam as explicações de Mindinho a favor de falar com a única outra testemunha: sua "sobrinha", Alayne. Baelish está visivelmente preocupado depois que eles revelam que não permitirão que ele fale com ela antes de seu depoimento para que eles possam ouvir a "verdade não adulterada". No entanto, depois de confirmar que Baelish pode ficar por seu testemunho, Alayne revela sua verdadeira identidade. Ela então fala da instabilidade mental, dos ciúmes e da morte de Lysa, mudando apenas alguns detalhes: dizendo que Mindinho apenas a beijou na bochecha e que Lysa se jogou da porta da lua. Sansa quebra-se em lágrimas e os senhores estão convencidos, mas enquanto nenhum deles está olhando, ela dá a Mindinho um olhar pedroso, quase triunfante.

Após o questionamento, Petyr adverte os senhores por se esconderem no Vale durante a Guerra dos Cinco Reis, questionando sua lealdade porque eles recusaram o pedido de Catelyn Stark de assistência no conflito contra os Lannisters. Quando perguntado a quem ele pensa que eles devem se curvar, ele responde que eles devem se curvar a "Robin Arryn, Lord do Vale". Quando os senhores zombam de sua sugestão, afirmando que Robin é apenas um menino doente, Petyr responde declarando que "até pequenos meninos doentes podem se tornar homens poderosos", e que é hora de o jovem Robin deixar o ninho. O garoto, ele afirma, precisa aprender a andar de cavalo, balançar uma espada e se tornar o senhor que o Vale precisa. Ele oferece para levar Lord Robin no passeio do Vale para que ele se familiarize com seus domínios, um pedido que os senhores concordam.

Petyr speaks to robin s4

Baelish prepara Robin para sair.

Mais tarde, Baelish visita Sansa e pergunta por que ela mentiu em seu nome. Sem olhar para o vestido que ela está reparando, Sansa explica que ela não tem idéia do que Royce, Corbray e Waynwood fariam dela se ele fosse eliminado, mas que ela sabe o que ele quer. Mindinho parece impressionado por ter tomado uma decisão tão calculadora, mas tenta pôr em dúvida sua certeza. Mais tarde, Baelish e Robin ficam no Salão Alto, preparando-se para partir para o seu passeio pela Vale. Robin expressa sua incerteza, ecoando as palavras de sua mãe de que o mundo exterior é um lugar perigoso onde ele poderia morrer. Petyr acalma seus medos ao afirmar que as pessoas morrem de causas cotidianas, e que, em vez de se preocupar com sua inevitável morte, passam o tempo concentrando-se em sua vida, que está diante dele. Naquele momento, Sansa, de cabelos curtos, aparece no alto das escadas com um vestido preto emplumado com um decote que mergulha. Petyr a olha atentamente, claramente intrigada e satisfeita por sua recente transformação e ela retorna seu sorriso conscientemente.

5ª Temporada

Sansa-petr-yohn

Mindinho observa Lord Robin praticar sua espada junto com Sansa e Yohn Royce.

Royce está observando as habilidades fracas de Robin como espadachim, mas Petyr insiste que o nome dele é tudo o que importa e não sua habilidade. Um maestre lhe entrega uma mensagem de corvo, que ele lê discretamente. Mindinho deixa Robin sob o cuidado de Lord Royce, para treinamento adicional. No caminho, ele é questionado por Sansa quanto ao motivo pelo qual eles estão indo para o oeste quando Lord Royce foi informado de que eles estarão viajando para os Dedos, inseguros de sua fonte de desconfiança. Petyr promete-lhe que eles estão indo para algum lugar longe, onde Sansa estará a salvo da rainha Cersei. Em uma pousada, Petyr e Sansa são confrontados por Brienne de Tarth, que anteriormente jurou a Catelyn Stark manter as garotas Stark seguras. Petyr lembra a Brienne que jurou a Renly Baratheon e Catelyn Stark, ambos agora mortos, para impedir Sansa de confiar nela. Petyr tenta "persuadir" Brienne para descansar com eles, mas Brienne e seu escudeiro, Podrick Payne, escapam e discretamente continuam a seguir Petyr.

LittlefingerandRoose

Os motivos de Mindinho são questionados por Roose Bolton

Quando eles chegam em Fosso Cailin, Sansa percebe que Petyr pretende casar ela com Ramsay Bolton, filho de Lord Roose Bolton, que traiu e assassinou seu irmão e sua mãe. Apesar da relutância de Sansa em se casar com outra família que prejudicou a dela, Petyr persuade-a a acompanhar o plano, citando-o como uma chance de vingar sua família. Posteriormente, eles chegam a Winterfell. Mais tarde, Petyr fala com Ramsay e sutilmente adverte-o para não causar dano a Sansa. Ele também fala com Roose sobre a validade do casamento de Sansa com Tyrion Lannister. Petyr insiste que, uma vez que Tyrion nunca dormiu com Sansa, seu casamento é inválido. Roose declara que ele não está apenas interessado no nome de Sansa e expressa suas dúvidas sobre de que lado Petyr está verdadeiramente, tendo essencialmente traído os Lannisters tirando Sansa deles e retornando ela para o norte para se casar com uma família que os Lannisters não estão mais apoiando, Petyr cita a traição de Roose com os Starks e os Tullys. Roose então apresenta uma carta para Petyr de Cersei que chegou e exige ler a resposta de Petyr antes de ser expulso.

Mais tarde, Petyr encontra Sansa nas criptas de Winterfell pagando seus respeitos aos membros da família falecida. Petyr lembra sobre como Rhaegar Targaryen raptou a tia de Sansa, Lyanna, que iniciou a rebelião de Robert Baratheon contra a família Targaryen. Petyr então diz a Sansa que ele deve retornar a Porto Real a pedido da Cersei. Sansa expressa mal-estar por ficar sozinho em Winterfell, mas Petyr diz-lhe que não se preocupe, já que Stannis Baratheo provavelmente fará outra tentativa de conquistar o Trono de Ferro, o que exigirá que ele retome Winterfell, destrua os Boltons e ganhe o apoio dos Senhores do Norte, e por respeito ao apoio de Ned Stark a sua reivindicação, Stannis irá resgatar Sansa e nomeá-lo o novo Vigário do Norte,

Se Stannis for morto ou não vir, Petyr sugere que Sansa pode destrua os Boltons de dentro. Ele a beija novamente nos lábios e parte.

Baelish retorna a Porto Real para encontrar a cidade sob o domínio dos soldados de fé recém-restituído. Lancel Lannister, um membro do culto religioso conhecido como Pardais, adverte-o que seus dias como dono de bordel na capital acabaram. Ele vai ver Cersei e ele informa-a dos planos dos Boltons para casar Sansa com Ramsay. Com raiva da traição dos Boltons, Cersei concorda com os planos de Baelish de liderar um exército de cavaleiros do Vale para Winterfell para recuperar o Norte pelos Lannisters, enquanto os guerreiros do Olho são treinados para lutar no inverno (o clima está começando a se transformar), mas apenas uma vez que os Boltons e Stannis Baratheon lutaram pelo Norte e enfraqueceram os dois exércitos. Em troca, Baelish pede para ser nomeado como o novo Protetor do Norte, uma vez que Winterfell é tomado e os Boltons e Stannis são derrotados. Cersei concorda e diz-lhe para voltar naquela noite para que o rei assine um decreto real promovendo-o.

LittlefingerandOlena

Baelish revela informações cruciais para Olenna.

Baelish fica mais tarde em seu celeiro com um olhar de arrependimento. Ele é abordado por Olenna Tyrell, tendo lhe enviado uma carta para falar com ele. Enquanto eles falam, Olenna menciona como seus netos, Margaery e Loras, foram presos devido às maquetas de Cersei e exigem sua ajuda ao ameaçar que, se alguma coisa acontecer com ela ou se Casa Tyrell cair, ela revelará seu envolvimento no assassinato de Joffrey, que certamente levará à sua execução. Baelish diz a Olenna que ele lhe dará o mesmo que ele deu a Cersei: um jovem bonito - implícito, neste caso, para ser Lancel. Fora da tela, Olenna subseqüentemente força Lancel a revelar o caso adúltero que ele teve com Cersei.

6ª Temporada

Book of the Stranger 05

Baelish convence Robin Arryn para se juntar à briga

Baelish retorna a Pedrarruna e cumprimenta Robin Arryn e Yohn Royce. Yohn rapidamente expressa sua suspeita sobre o envolvimento de Baelish no casamento de Sansa com Ramsay Bolton desde que Baelish disse a Yohn que Sansa estava indo para os Dedos com ele. Com a intenção de manipular Robin, Baelish responde alegando falsamente que os Boltons emboscaram Sansa e Baelish a caminho dos Dedos e insinua que Yohn vazou a informação para os Boltons. Robin sugere que Yohn seja jogado da porta da lua por esta falsa traição, mas pede o conselho de Baelish sobre o que fazer com Yohn. Baelish responde que, se Yohn pode assegurar sua lealdade a Robin Arryn, que Yohn dá rapidamente, que Yohn deve ter uma última chance. Baelish então imediatamente diz a Robin que ele ficou sabendo que Sansa fugiu de Winterfell e provavelmente foi para o Castelo Negro para proteção do seu meio-irmão Lord Comandante Jon Snow, embora os Boltons ainda a persigam. Robin responde que, dado que Sansa é sua prima, ele deve ajudá-la. Baelish leva sua sugestão e ordena a Yohn que reúna os cavaleiros do Vale para resgatar Sansa dos Bolton. Isso põe fim à neutralidade da casa Arryn, que até então se afastou da Guerra dos Cinco Reis.

Mais tarde, Baelish envia uma carta a Sansa em Castelo Negro pedindo para se encontrar com ela. Sansa viaja com com Brienne e confronta friamente Baelish sobre seu casamento com Ramsay, perguntando se ele sabia a verdade sobre o lado sádico de Ramsay o tempo todo ou se ele não estava ciente e, portanto, foi simplesmente estúpido. Baelish responde que ele cometeu um erro em "confiar em um estranho", mas reuniu os cavaleiros do Vale para sua causa e que o exército acampou em Fosso Cailin. Sansa recusa sua oferta, dizendo que Baelish não pode ajudá-la. Ela diz que ela já tem a ajuda de seu irmão Jon e eles vão reunir outras casas do Norte para sua causa. Ela termina advertindo-o para nunca mais falar com ela. Baelish, quando se prepara para sair, diz a Sansa do sucesso de seu tio Brynden Tully em recapturar Correrio e sugere chegar a ele para obter apoio.

Battle of the Bastards 30

Baelish chega com os Cavaleiros do Vale.

Ao não reunir suficientes casas ao seu lado, Sansa secretamente escreve para Baelish para levá-lo à oferta que ela anteriormente rejeitou. Baelish chega com os Cavaleiros da Casa Arryn do Vale, apenas quando a força dos Stark está prestes a ser massacrada na Batalha dos Bastardos, as forças de Vale eliminam facilmente o que resta do exército de Bolton. Baelish está presente quando Wun Wun esmaga a porta para Winterfell e testemunhas Jon derrotando Ramsay em combate.

Na sequência da batalha, Baelish se aproxima de Sansa e, finalmente, admite que seu objetivo é sentar-se no Trono de Ferro com Sansa como sua rainha. Apesar de Baelish ter declarado para Casa Stark, Sansa se recusa a confiar nele, devido à tendência de Baelish de trair aqueles que ele declara para seu próprio bem-estar. Após a recusa de Sansa, Baelish tenta convencer Sansa de que ela deveria governar o Norte, chamando Jon de "bastardo sem mãe". Baelish está mais tarde presente no encontro onde Jon é proclamado o novo Rei no Norte pelos Lordes do Norte juntamente com os senhores do Vale. Baelish é o único que não torce, e, em vez disso, fica olhando para Sansa.

7ª Temporada

Petyr assiste desaprovadoramente enquanto Jon entrega os castelos de de volta a Ned Umber e Alys Karstark, apesar do papel de seus pais na Batalha dos Bastardos.

GoT-Sn7 FirstLook 07

Petyr questiona a felicidade de Sansa

Ele mais tarde se confronta Sansa para ver se ela está verdadeiramente "segura" e "feliz". Ela diz que está segura em Winterfell, mas ele continua a questioná-la em relação a sua felicidade. Sansa o rejeita. Pouco antes de tentar voltar a falar, Sansa rejeita Petyr novamente quando Brienne chega.

No Salão Grande, Petyr observa quando Jon discute aceitar o acordo para se encontrar com Daenerys Targaryen aos outros senhores, citando a necessidade de Vidro de Dragão para forjar armas para matar Caminhantes Brancos. Petyr sorri quando Jon coloca sua meia-irmã Sansa a cargo do Norte enquanto ele está fora. Nas criptas de Winterfell, Petyr encontra Jon visitando o túmulo de seu pai e diz a Jon que ele só quer ajudá-lo. Ele também admite seu amor por Sansa - assim como ele "amava sua mãe". Jon empurra Petyr contra a parede, advertindo-o para ficar longe de sua irmã e com raiva sai das criptas.

Jon Petyr Winterfell Crypt

Petyr fala com Jon.

Petyr mais tarde se encontra com o recém-chegado Bran Stark e dá-lhe a adaga de aço Valiriano que foi usada para fazer um atentado a sua vida. Desinteressado, Bran simplesmente pergunta se ele sabe quem teve a adaga antes do assassino ao qual Petyr responde que a mesma pergunta começou a Guerra dos Cinco Reis. Petyr então pergunta a Bran como ele sobreviveu além do Muro apenas para retornar a esse caos. Bran responde: "Caos é uma escada", coisa que o próprio Petyr disse a Varys. Um pouco desconcertado, Petyr sai pela entrada de Meera Reed, dirigindo-se a Bran como "Lord Stark". No entanto, Bran corrige Mindinho, explicando que ele não pode ser um senhor porque ele é agora o corvo de três olhos.

Littlefinger-Spoils-of-War

Mindinho assiste o retorno de Arya.

Petyr observa as muralhas enquanto Arya Stark volta a Winterfell e mais tarde, Arya olha para Petyr com um olhar desaprovador e não confiável. Mais uma vez, manchando outro plano astuto, Petyr arrasa dos altos muros e se afasta da visão de Arya.

Depois de tentar e não conseguir manipular as outras crianças Stark, Petyr formula um plano para separar as irmãs Stark, começando com Arya. A própria Arya se torna cada vez mais suspeita de Petyr e começa a tentar descobrir seu plano. Ele conversa com uma garota comum, antes de dar dinheiro para sua informação. Arya segue Petyr em torno de Winterfell e o observa das muralhas enquanto ele conversa ansiosamente com Yohn Royce e Robett Glover. Petyr então recebe a cópia de Maester Luwin da carta de Sansa a Robb, pedindo-lhe que se rende a Joffrey, de Wolkan, que assegura que não há outra cópia em Winterfell. Arya recupera a carta depois de investigar.

No entanto, Petyr assiste das sombras enquanto Arya sai, mostrando que ele sabia de sua espionagem e estava contando com ela para encontrar a carta. Petyr sorri, esperando que isso deixe Arya contra sua irmã.

Depois que Arya confronta Sansa com a carta, Sansa fica preocupado com o fato de que Arya poderia transformar os nortenhos contra ela ou pior, prejudicá-la de alguma maneira e expressa suas preocupações com Petyr. Petyr lembra-lhe que Brienne jurou a Catelyn de que ela vigiaria as duas irmãs Stark e que deveria protegê-la de Arya se a última tentasse matar Sansa.

Depois disso, Sansa recebe uma carta de Jon, afirmando sua promessa a Daenerys Targaryen. Petyr então fala de rumores da beleza da Rainha do Dragão, fazendo Sansa acreditar que Jon deseja se casar com ela. Petyr também é informado de que Arya já havia trabalhado como um homem sem rosto em Braavos, ao qual ele interpreta a idéia de que Arya é um assassino implacável. Petyr então diz a Sansa que ele sempre imagina as piores idéias possíveis que uma pessoa tem em sua mente. Ele então implora a idéia de que Arya chegou a Winterfell depois de descobrir a carta e seus casamentos com Tyrion e Ramsay, após o que ela se tornaria Lady de Winterfell.

No entanto, ainda sem ter certeza das intenções de Petyr, Sansa visita Bran. Com isso, ela prova a culpa definitiva de Petyr na Guerra dos Cinco Reis. Isso prova tudo o que Petyr fez para ganhar poder: seu assassinato de Jon Arryn, sua tentativa de matar Bran, sua traição com Ned e sua tentativa de virar Arya e Sansa uma contra outra.

Game-of-thrones-season-finale-stills-06

Mindinho morreu em Winterfell

Quando Arya é aparentemente levada a julgamento por assassinato e traição, Sansa apanha Petyr desprevenido quando pergunta como ele deseja responder por seus crimes. Ela então revela a todos os senhores do Norte e Vale reunidos ali, incluindo Yohn Royce (a quem ela anteriormente mentiu), que Petyr, na verdade, matou sua tia Lysa. Ele também planejou o assassinato de Jon Arryn e conspirou com os Lannisters para prender Ned para que pudessem enquadrá-lo por traição. Quando Baelish tenta negar as acusações, Bran lembra a Petyr que ele segurou uma faca na garganta de Ned e repete o que Petyr disse a Ned: "Eu preveni você para não confiar em mim". Com todos os fatos descobertos e ninguém para pedir ajuda, Petyr cai de joelhos e implora por sua vida, alegando que ele amava Catelyn desde que ele era um menino, mas Sansa responde que ele a traiu. Petyr insiste que ama Sansa, mas ela responde que ele também a traiu. Arya corta sua garganta com a mesma adaga que foi dada ao assassino para matar Bran. Gasto pelo ar, Petyr morre, desabando no chão em uma piscina de seu próprio sangue.

Personalidade

Baelish é um manipulador astuto, maquiavélico, imprevisível e implacável da política judicial. Ele às vezes é capaz de colocar um rosto aparentemente amigável com um sorriso amigável - mas seus olhos não sorriem quando a boca dele. As motivações internas exatas que dirigem o Baelish não são claras, assim como seus objetivos finais, mas ele não tem lealdade real ou carinho genuíno por ninguém. Atrás de seus sorrisos e maneiras suaves forçadas, Mindinho é perspicaz e calculador, disposto a dispor desprezivelmente as pessoas que confiaram nele, como um homem que substitui um casaco que ele não precisa mais. Ele é um homem extremamente inteligente, não só um gênio em questões financeiras, mas também ao controlar cínicamente aqueles que o rodeiam. Como observou Varys, ele é um segador de uma casa menor, com uma grande habilidade em fazer amizade e, finalmente, manobrar pessoas poderosas.

Nos Livros

Quando Catelyn chega em Porto Real para informar seu marido sobre a tentativa de assassinato contra seu filho Bran, Petyr, que descobre sobre sua chegada apesar dos esforços de não ser notada, intercepta e a esconde em um de seus bordéis. Catelyn, justificando sua confiança em Baelish devido aos seus anos juntos em Correrrio, mostra a ele a adaga de aço valiriano usada no ataque. Petyr diz que reconhece a adaga, afirmando que seria sua, porém a tinha perdido numa aposta para Tyrion Lannister. Esta mentira - Petyr, na verdade, havia perdido a aposta para o Rei Robert - indiretamente desencadeia a Guerra dos Cinco Reis, por meio da posterior captura de Tyrion sob ordens de Catelyn.

Petyr leva Eddard a encontrar sua esposa, e consegue convencê-lo de não agir contra os Lannister até que possuam provas. Ele promete a Eddard a ajudá-lo a achar o assassino de Jon Arryn e durante seu mandato como Mão do Rei, Petyr finge ser seu amigo, em nome de sua afeição por Catelyn. Ele tenta ensinar superficialmente Ned sobre as intrigas da corte, dizendo-o para não confiar em ninguém, nem nele mesmo.

Quando o Rei Robert descobre que Daenerys Targaryen está grávida, Baelish concorda com o Rei e defende o assassinato da garota. Ned renuncia do posto de Mão em protesto, enfurecendo Robert; antes que consiga viajar de volta para Winterfell, Petyr aproxima-se com a promessa de ajuda na investigação da morte de Jon Arryn. Ele leva Ned a um de seus bordéis, onde uma jovem prostituta está criando um dos bastardos do Rei. Ele está presente quando Ned é cercado de homens liderados por Jaime Lannister, em seu caminho de volta à Fortaleza Vermelha.

Após o Rei ter se ferido mortalmente e nomeado Eddard como Regente e Senhor Protetor, Baelish aconselha Ned que, apesar de seu conhecimento da ilegitimidade dos filhos de Cersei e que o herdeiro legal é Stannis, a ação mais sábia seria assegurar a sucessão de Joffrey, uma manobra calculada para evitar a guerra total e maximizar seu próprio poder. Ned recusa a sugestão e pede a ajuda de Petyr para assegurar a lealdade da Patrulha da Cidade quando ele agir contra Cersei. Baelish concorda, mas trai Ned, subornando os Capas Douradas para que defendam a Rainha. Isto leva à prisão, e posterior execução, de Eddard.

Após o assassinato do Rei Renly Baratheon, Petyr e Tyrion planejam a formação de uma aliança com a Casa Tyrell para ganhar os Senhores da Tempestade que não se declararam imediatamente para o Rei Stannis. Petyr viaja voluntariamente a Ponteamarga, onde firma com sucesso uma aliança Lannister-Tyrell, através do casamento do Rei Joffrey com Margaery Tyrell. Ele retorna a Porto Real com as forças Tyrell e do Lorde Tywin. Os exércitos atingem Stannis na retaguarda nas últimas horas da Batalha da Água Negra, com Petyr tendo a ideia de vestir Garlan Tyrell na armadura de Renly durante a batalha para assustar os soldados Baratheon. Após a batalha, Petyr é recompensado com a Senhoria de Harrenhal, apesar do fato de este ainda estar sob controle de Robb Stark, sendo mantido por Roose Bolton. Apesar de Mindinho nunca ter pisado no castelo, o título lhe dá controle nominal sobre as Terras Fluviais devastadas pela guerra e faz dele um Senhor Supremo.

Petyr mantém contato com Sansa Stark via Sor Dontos Hollard, que vagamente informa Sansa de um plano secreto de retorná-la a sua casa. Petyr também consegue informantes no alto círculo da Coroa, com Osney, Osfryd e Osmund Kettleblack, contratados para proteger a Rainha Cersei após Tyrion Lannister mandar embora os guardas dela. Tyrion acredita que os irmãos Kettleblack trabalham para ele, quando na verdade são leais a Petyr.

Durante uma sessão do pequeno conselho, Baelish informa a Lorde Tywin o plano Tyrell de refugiar Sansa em Jardim de Cima e casá-la com Willas Tyrell, dando à Mão do Rei tempo necessário para casá-la apressadamente a Tyrion. Ele também oferece Jeyne Poole aos Lannister, a quem ele mantinha num bordel. Ela é apresentada como Arya Stark e casada com Ramsay Bolton, ajudando a consolidar a aliança entre os Bolton e a Coroa após o Casamento Vermelho e legitimando sua reivindicação do controle sobre o Norte.

Petyr, recém alçado ao posto de Senhor Supremo do Tridente, se encontra em uma posição suficiente para que Tywin Lannister considere seu casamento com Lysa Arryn, com o objetivo de assegurar a lealdade do Vale de Arryn ao Trono de Ferro sem violência, já que, até aquele momento, haviam se mantido neutros na guerra. Baelish concorda com o plano e é enviado ao Ninho da Águia para cortejar Lysa, o que acreditam que será fácil devido a sua história juntos. Tyrion Lannister é indicado como Mestre da Moeda após sua partida.

Apesar de deixar Porto Real, Petyr não vai imediatamente ao Vale, mas permanece próximo à cidade até após o casamento entre Joffrey e Margaery, no qual o Rei é envenenado. No caos subsequente, Sansa consegue fugir da cidade, ajudada por Sor Dontos e levada até um navio, onde Petyr os aguarda. Mindinho manda matar o cavaleiro, explicando a Sansa que ela será acusada da morte do Rei e que matá-lo seria a única maneira de garantir que ele ficasse calado. Ele então explica seu papel no assassinato do Rei, tramado em parceria com Olenna Redwyne, com o detalhe de uma rede para os cabelos de Sansa, um presente de Dontos, usada no banquete, tendo sido usada para guardar o veneno, disfarçado de pedras de ametista. Petyr também se gaba de seu envolvimento arranjando um par de anões para entreter os convidados do banquete, com o objetivo de causar animosidades entre o Rei e seu tio anão, logo antes da morte do garoto. Confiante que Tyrion seria executado em breve, diz a Sansa que em breve ela seria viúva.

Com Sansa ao seu lado, Baelish manda pintarem o cabelo da garota e a faz assumir a identidade de "Alayne Stone", uma suposta filha bastarda sua. Ele viaja ao Vale, fazendo uma escala em suas pobres propriedades herdadas nos Dedos por alguns dias. Lysa o encontra e insiste para que casem lá mesmo. Ele concorda relutantemente e após o casamento viajam ao Ninho da Águia, onde Petyr passa muito tempo visitando diferentes Lordes para assegurar sua autoridade.

No Ninho da Águia, Petyr percebe que Sansa está se tornando uma bela jovem mulher e que ela é muito parecida com sua mãe na mesma idade. Num momento quieto ele leva tão longe esta afeição que chega a beijar a garota. Lysa testemunha o fato e num momento de ciúme furioso, tenta matar Sansa na sala do trono, quase a empurrando para fora da Porta da Lua. Petyr chega a tempo de intervir, momento no qual Lysa começa a chorar. Ela acusa Petyr de não amá-la, apesar de tudo que ela fez por ele, incluindo a carta para sua irmã e o assassinato de Jon Arryn. Petyr a conforta por um momento, assegurando que ele amou apenas uma mulher na vida; ele então diz, "apenas Cat", e empurra Lysa da Porta da Lua abaixo. A culpa do assassinato é colocada no cantor Marillion.

Com a morte de Lysa, Petyr nomeia a si mesmo Senhor Protetor do Vale, com o pequeno Robert Arryn como seu protegido. Os Senhores Declarantes respondem, exigindo a entrega de Robert. Lyn Corbray, entretanto, comporta-se agressivamente durante as negociações, chegando a desembainhar sua espada. Esta quebra de hospitalidade dá a Petyr a oportunidade de exigir um período experimental de sua tutela sobre Robert.

Petyr pontua a Sansa quão oportuna foi a ação de Lyn e a garota corretamente presume que o Lorde está na lista de pagamentos de Mindinho. Petyr confirma e confia a Sansa seus planos de eliminar, conquistar ou marginalizar quaisquer Lordes que se coloquem em seu caminho. Ele também revela seus planos de ajudar Sansa a recuperar o Norte e casá-la ao herdeiro do Ninho da Águia, Harrold Hardyng; Mindinho afirma, ainda, que a liderança de Cersei Lannister em Porto Real, está arruinando os Sete Reinos mais rápido do que ele previa.

Enquanto na série, os objetivos de Mindinho são mais transparentes (sentar no Trono de Ferro), este não é o caso dos livros. Como Mindinho é visto apenas através do POV de outros personagens (Catelyn, Sansa, Tyrion), seu objetivo final continua sendo um mistério. Da mesma forma, sua rivalidade com o Varys foi desenvolvida para a série.

De acordo com o guia de pronunciação oficial da série de TV desenvolvido para o elenco e a equipe, "Petyr Baelish" é pronunciado "PEE-ter BAY-lish", ou seja, como o nome normal "Peter".

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.