FANDOM


"Harren, o Negro pensou que este castelo seria o seu legado. A maior fortaleza já construída: as torres mais altas, as paredes mais fortes. O grande salão tinha trinta e cinco lareiras. Trinta e cinco, você pode imaginar? Olhe para ele agora... uma ruínas queimadas."
Tywin Lannister para Arya Stark[fonte]

Harrenhal é um enorme castelo, o maior nos Sete Reinos de Westeros, mas também é o mais destruído. Está localizado na costa norte do lago Olho de Deus no coração das Terras Fluviais, ao sul do rio Tridente e noroeste de Porto Real.

História

Passado

Harrenhal contruído

Harrenhal antes de ser destruído

O avô de rei Harren Hoare levou os homens de ferro para conquistar As Terras Fluviais, anteriormente ocupada pelas Terras da Tempestade. Os homens de ferro não se tomaram conta de nada para os habitantes do continente, e seu governo foi brutal e tirânico - muito mais do que qualquer ocupante anterior. Para consolidar seu domínio sobre o local, o avô de Harren encomendou a construção de uma grande fortaleza na costa norte do lago Olho de Deus, no coração da região. A fortaleza foi a maior já construído em Westeros, levou três gerações para se consolidar. Os homens de ferro quebraram as costas da terra dos homens dos rios em trabalho forçado para concluir um instrumento para sua própria dominação. O grande castelo foi finalmente concluído no tempo do Rei Harren, e ele arrogantemente denominou-o "Harrenhal", variação do seu próprio nome. No mesmo dia em que o último tijolo foi colocado, no entanto, Aegon Targaryen e suas irmãs desembarcaram com seu exército em Pedra do Dragão, na foz do rio da Água Negra, juntamente com os seus três dragões, dando início à guerra de conquista.

Harren pensou que as paredes de seu castelo maciço poderiam resistir a qualquer ataque, mas ele não percebeu que os dragões poderiam simplesmente voar por cima delas. Na queima de Harrenhal, Aegon usou seu dragão Balerion para queimar Rei Harren e todos os seus filhos vivos dentro de sua própria fortaleza. Harrenhal foi explodida com fogo de dragão e Aegon deixou meio em ruínas. Foi assim também que a Casa Tully se tornou a grande casa nobre das Terras Fluviais, como recompensa de seu apoio a Aegon.

Depois, Aegon Targaryen concedeu Harrenhal a um de seus vassalos, a Casa Qoherys, que eventualmente se tornou extinta. Eles foram seguidos pelas casas Towers, Harroway, Strong e Lothston. Todas elas, como os Hoares e Qoherys antes delas, morreram, que fez o castelo ser considerado um lugar amaldiçoado. Vários contos são informados sobre Harrenhal, incluindo o conto da senhora louca Lothston, os fantasmas flamejantes de Harren e seus filhos, e de funcionários que vão dormir e aparecem como cinzas no dia seguinte.

Harrenhal é visto como uma espécie de elefante branco: embora seja tecnicamente o maior castelo em Westeros, é tão ridiculamente grande que a área circundante não consegue produzir o alimento necessário para apoiar o exército maciço necessário para o cobri-lo totalmente. Governantes de Harrenhal normalmente perderam muito dinheiro e recursos simplesmente por possuí-lo. Como resultado, Harrenhal é raramente ou nunca totalmente ocupado. Além disso, nunca foi totalmente reparado após ser jateado com fogo de dragão pela Casa Targaryen trezentos anos atrás, o que combinado com o fato de que a guarnição não ser tão grande o quanto as fortificações exigem, significa que Harrenhal realmente não é um dos mais intocáveis castelos de Westeros.

As terras ao redor sujeitas a Harrenhal são realmente algumas das mais ricas e férteis em Westeros, sendo localizado nas bacias hidrográficas, tanto do Rio Tridente como do lago Olho de Deus. Em tempo de paz, uma casa nobre pode realmente tornar-se bastante rica ao governar Harrenhal - desde que contrate apenas um esqueleto básico de exército defensivo, em vez de uma guarnição completa. É um testemunho do tamanho do castelo que mesmo as terras mais produtivas em Westeros não podem apoiar tropas suficientes para protege-los totalmente. No entanto, muitas vezes os desavidos veem Harrenhal como uma grande recompensa ou prêmio na guerra, sem parar para considerar que há realmente pouco lucro líquido em possui-lo.[1]

Na época da Guerra dos Cinco Reis, Harrenhal foi mantida pela Casa Whent, até que eles foram despojados dele e o castelo foi dado a Casa Slynt como uma recompensa a Janos Slynt por sua traição a Eddard Stark. Entretanto, devido à área ser uma zona de guerra, Slynt nunca ocupou realmente o castelo e foi retirado dele quando Janos Slynt foi mandado para a Muralha. Na segunda temporada , ele é usado como a base principal para o exército de Tywin Lannister nas Terras Fluviais durante sua campanha contra Robb Stark. No entanto, os Lannisters mais tarde retiram suas forças para defender Porto Real na decisiva Batalha da Água Negra. No início da terceira temporada, o castelo abandonado é capturado novamente pelo exército do norte (a avó materna de Robb Stark era uma Whent, então ele tem alguma reivindicação direta ao castelo), e Robb deixou um destacamento do exército do norte sob Roose Bolton para manter o castelo. Depois que Bolton saiu para assistir ao casamento de Edmure Tully e Roslin Frey, o castelo foi cuidado por seu amigo Locke. Entretanto na temporada 4, Locke é visto no lado de Bolton voltando ao Norte. Neste momento, Petyr Baelish é Senhor de Harrenhal, mas não está claro quem detém o castelo em termos reais.

Harrenhal na abertura

Harrenhal aparece na abertura da série, por ser um lugar importante na história em geral.

Temporada 1

Temporada 2

Temporada 3

Temporada 4

Referências

  1. O que está Morto Talvez Nunca Morra


Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.