FANDOM


A Guerra de Nymeria foi a campanha da rainha Nymeria dos Roinares e Mors Martell para conquistar e unificar todos os reinos de Dorne sob o domínio dos dois.[1]

Prelúdio

Após a derrota do exército roinar para os Senhores de dragões de Valíria na Segunda Guerra das Especiarias, a rainha Nymeria liderou milhares de refugiados roinares para embarcar em seus dez mil navios com o objetivo de encontrar novas terras para viver. Após anos vagando, os sobreviventes roinares, a maioria mulheres, crianças e idosos, desembarcaram na costa sudeste de Dorne, no continente de Westeros.

Nymeria fez causa comum com Mors Martell, Lorde de Lançassolar, cuja as terras ele estava perdendo para os reis vizinhos, como os da poderosa Casa Yronwood.[2] No dia que Nymeria se casou com Mors, formando a Casa Nymeros Martell, Nymeria manda queimar todos os navios que seu povo usou para chegar em Dorne, mostrando sua determinação, afirmando que não haveria retirada para Essos.[3] O povo nas terras Martell começaram a se casar com os roinares e assim o poder dos Martells cresceu exponencialmente. Nymeria declarou então o seu novo marido Mors como o Príncipe de Dorne, usando títulos e tradições dos roinares, ao contrário do estilo Westerosi, onde seus soberanos se chamavam de "reis". Um dos costumes introduzidos foi o fato de que o herdeiro era o filho mais velho, independente do sexo, ao invés de ser apenas o filho homem mais velho.[4]

A guerra

A campanha de Nymeria e Mors para conquistar Dorne durou anos, já que eles tinham que subjugar vários pequenos lordes e reis. Apesar do apoio aos Martells das casas Fowler,[1] Toland, Dayne e Uller, por nove anos Mors batalhou contra o seu maior oponente, o rei Yorick V da Casa Yronwood, que era apoiado pelas casas Jordayne, Wyl, Blackmont e Qorgyle. Apesar de Yorick ter matado Mors da Terceira Batalha do Espinhaço, Nymeria continuou a guerra e eventualmente forçou os Yronwoods a dobrar o joelho.[5]

Ao fim da guerra, a agora Princesa de Dorne, Nymeria, já havia mandado seis reis para a Muralha: Yorick Yrownood, Vorian Dayne, Garrison Fowler, Lucifer Dryland, Benedict Blackmont e Albin Manwoody.[6] A fortaleza de Lançassolar foi transformada na capital da Dorne unificada e a Casa Martell passou a governar como os seus soberanos desde então. A influência roinar ainda é visível em toda a Dorne, nos seus costumes e cultura.[7]

Referências

  1. 1,0 1,1 O Festim dos Corvos, Capítulo 40, A Princesa na Torre
  2. Arianne I (Os Ventos do Inverno)
  3. O Festim dos Corvos, Capítulo 21, A Fazedora de Rainhas
  4. O Mundo de Gelo e Fogo, Ancient History: Ten Thousand Ships
  5. Erro de citação: Marca <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas OMFG
  6. O Mundo de Gelo e Fogo, Dorne: The Coming of the Rhoynar
  7. A Guerra dos Tronos, Apêndice

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória