FANDOM


{


"Duas Espadas" é o primeiro episódio da quarta temporada de Game of Thrones. É o trigésimo primeiro episódio da série ao todo. Estreou em 6 de abril de 2014. Foi escrito e dirigido por David Benioff e D.B. Weiss.

Sinopse

Tyrion recebe um convidado em Porto Real. Em Castelo Negro, Jon Snow percebe que não é mais bem-vindo. Dany parte para Meereen, a mãe de todas as cidades escravagistas. Arya reencontra um antigo amigo.

Enredo

Em Porto Real

Tywin Lannister ordena que a espada ancestral da família Stark, a Gelo, seja derretida e transformada em duas novas espadas. Uma delas é entregue ao seu filho Jaime, que como novo Lorde Comandante da Guarda Real, espera aprender a usar a espada com sua mão esquerda. Tywin informa Jaime que ele será dispensado da Guarda Real e enviado para Rochedo Casterly para comandar o local, mas Jaime se recusa. Ele tenta devolver a espada, mas Tywin diz para ele ficar com a arma, pois vai precisar de toda vantagem que puder ter agora que é um deficiente.

Fora dos muros da cidade, Tyrion, seu escudeiro Podrick e seu guarda-costas Bronn aguardam a chegada do Príncipe Doran Martell e sua caravana, mas é informado que será o irmão mais novo, o Príncipe Oberyn, que virá encontra-los. Oberyn, que já está na cidade, tortura um soldado Lannister em um dos bordéis de Lorde Baelish antes da chegada de Tyrion. Oberyn revela para Tyrion que está em Porto Real para buscar vingança pela morte de sua irmã Elia e dos dois filhos dela. Elia foi casada com o Príncipe Rhaegar Targaryen, que era o próximo na linhagem do trono antes de ser morto por Robert Baratheon quando Porto Real foi tomada pelo exército de Tywin. Oberyn quer matar Ser Gregor “Montanha” Clegane, que dizem ter estuprado e matado Elia durante o cerco à cidade, e sugere que Ser Gregor agiu sob as ordens do próprio Tywin.

Durante o almoço, Shae tenta em vão fazer Sansa comer. Sansa diz para Tyrion que não consegue comer ou dormir desde que ouviu como os corpos de Robb e Catelyn Stark foram profanados depois de seus assassinatos. Sansa vai até o Bosque Sagrado, onde encontra Dontos Hollard, um ex-cavaleiro que foi transformado em bobo da corte pelo rei. Dontos agradece por Sansa ter salvado sua vida no dia do aniversário de Joffrey e lhe entrega o colar de sua mãe como símbolo de sua gratidão.

Tyrion retorna para seus aposentos e evita as tentativas de Shae de retomar o romance entre eles. A discussão dos dois é ouvida por outra das damas-de-honra de Sansa. Enquanto isso, Jaime é presenteado com uma mão de ferro por Qyburn. Quando Qyburn sai, Jaime e sua irmã gêmea Cersei discutem sobre o status da relação deles até serem interrompidos pela dama de Sansa que possui informações para a Rainha. Mais tarde, o Rei Joffrey ridiculariza Jaime por sua ausência na Batalha de Blackwater e faz piada com sua idade, com a perda de sua mão da espada e com sua falta de comprometimento como membro da Guarda Real. Pouco depois, Brienne tenta convencer Jaime a cumprir sua promessa de devolver as garotas Stark para sua família, mas ele diz que a morte de Catelyn Stark complicou as coisas. Além disso, Sansa está casada com Tyrion e Arya Stark está desaparecida desde que Ned Stark foi executado.

Nos jardins, Lady Olenna Tyrell e sua neta Margaery planejam o casamento real até que Brienne de Tarth pede para conversar com Margaery para falar sobre como Lorde Renly foi morto. Brienne explica que não foi responsável pela morte de Renly e promete vingança contra seu verdadeiro assassino, Stannis Baratheon.

No Norte

Aguardando ordens de Mance Rayder, Ygritte discute com Tormund sobre quais serão seus próximos passos. Eles são interrompidos pela chegada de Styr e seu grupo de canibais, os Thenns.

Em Castelo Negro

Ao saber da morte de Robb, Jon Snow conta para Samwell Tarly como ele invejava Robb na infância. Jon é chamado para testemunhar em frente aos seus irmãos de juramento, incluindo Ser Alliser Thorne, Janos Slynt e o Meistre Aemon Targaryen. Jon admite que matou Qhorin Meia-Mão e que dormiu com Ygritte, mas também revela que descobriu os planos dos selvagens. Slynt pede que Jon seja executado como traidor e Thorne, que assumiu o posto de Lorde Comandante da Patrulha da Noite depois da morte do Comandante Jeor Mormont, está inclinado a concordar com ele. Porém, o Meistre Aemon está convencido de que a lealdade de Jon está com a Patrulha da Noite e permite que ele seja liberado.

Na Baía dos Escravos

Daenerys Targaryen lidera seu exército na marcha até Meereen, a terceira cidade escravagista da Baía dos Escravos. Daenerys está preocupada porque seus dragões estão cada vez menos dóceis na medida em que estão crescendo. Enquanto marcham, Daario Naharis tenta iniciar um romance com Daenerys e avisa que se ela pretende governar aquelas terras, ela precisa saber mais sobre o estilo e a cultura dos escravos que está libertando. A marcha é interrompida pela descoberta de uma menina escrava morta e pregada em um poste na rota para Meereen. Ser Jorah diz que há uma criança escrava morta em cada poste na estrada para Meereen. Ser Barristan se oferece para enviar homens na frente para queimar os postes, mas Daenerys friamente informa que quer olhar para o rosto de cada criança durante a marcha.

Nas Terras Fluviais

Sandor “Cão” Clegane diz para sua prisioneira Arya Stark que pretende entrega-la para sua tia Lysa no Vale. Os dois chegam a uma taverna onde também estão vários homens do Montanha, soldados dos Lannister. Entre eles, Arya reconhece Polliver, o homem que roubou sua espada Agulha e matou Lommy Mãos Verdes. Ela entra na taverna antes de ser impedida pelo Cão e os dois são reconhecidos pelos soldados. Vários dos homens demonstram ter medo do Cão, mas Polliver conversa com ele e oferece uma vaga no grupo. Depois que Sandor recusa a oferta, os dois homens trocam insultos e iniciam uma luta. O Cão mata vários soldados, enquanto Arya recupera a Agulha e usa a arma para matar Polliver da mesma forma que ele matou Lommy. Os dois saem da taverna e Arya agora cavalga um pônei roubado. Eles seguem pelas estradas das Terras Fluviais, destruídas pelo Montanha e por seus homens.