FANDOM


"Homens de Lama... Demônios do Pântano. São os nomes mais agradáveis que os nortistas tem para nós. Os cranogmanos que vivem nos brejos do Gargalo. Porque não vivemos em castelos como eles. Porque não cultivamos como eles. Porque não somos altos e ricos como eles. Mas em nossas veias corre o mesmo sangue dos Primeiros Homens e, às vezes, algo mais."
Meera Reed[1]

Os cranogmanos são os habitantes dos pântanos do Gargalo, a parte mais meridional do Norte que faz fronteira com as Terras Fluviais, no centro de Westeros. Eles são um ramo único dos Primeiros Homens, que se ramificaram de seus primos nortenhos. Eles são governados pela Casa Reed como vassalos leais à Casa Stark.

História

No final das Guerras dos Primeiros Homens e das Crianças da Floresta, há cerca de 12.000 anos, de acordo com a lenda, as Crianças da Floresta usaram sua magia para separar o Norte do resto de Westeros, como eles tinham quebrado previamente a ponte de terra de Essos a Dorne (os remanescentes de que são uma corrente de ilha conhecidas como Passopedra). As Crianças só parcialmente conseguiram o seu intento, inundando o Gargalo e transformando seus territórios em um maciço pântano, mas não submergindo-o inteiramente. No entanto, essa exibição de força incentivou os Primeiros Homens a negociar uma paz com as crianças. Depois, alguns dos Primeiros Homens se estabeleceram nos pântanos do Gargalo, e se tornaram os cranogmanos.

Os cranogmanos consideram-se uma subdivisão "Nortenhos" em vez de um ramo inteiramente separado dos Primeiros Homens. Como os outros Primeiros Homens, eles formaram seus próprios reinos, que gradualmente se agregaram em territórios maiores. Quando os Ândalos invadiram Westeros há seis mil anos, os cranogmanos conseguiram resistir com sucesso ao seu avanço (juntamente com o resto do Norte), auxiliados pela antiga fortaleza de Fosso Cailin. Os cranogmanos foram eventualmente unificados por um governante conhecido como Rei do Pântano.

Muitos séculos mais tarde, este pequeno reino independente foi conquistado pelo poder crescente da Casa Stark de Winterfell, os Reis do Inverno, que estavam determinados a unir todo o Norte como um reino, embora os cranogmanos apresentassem resistência. Em última análise, o rei Stark derrotou o último rei do Pântano, e se casou com sua filha para garantir o controle do Gargalo. A Casa Reed de Atalaia da Água Cinzenta veio a governar sobre todos os outros cranogmanos , e têm servido como vassalos leais sob o Starks durante séculos.

Cultura

Os cranogmanos são assim chamados por seu hábito de viver em pequenas aldeias formadas por casas de sapé e junco trançados, em ilhas flutuantes escondidas nas profundezas do pântano. Eles são um povo pobre e raramente deixam suas terras, vivendo da pesca e da caça de rãs. Assim, as aldeias dos cranogmanos realmente se movem por todo os pântanos do Gargalo, e não têm um local físico definido. Mesmo Atalaia da Água Cinzenta, a sede da Casa Reed, é construída em um grande crannog que pode realmente ser movido mais profundo nos pântanos para evitar invasores. Porque seus locais mudam continuamente, é impossível treinar corvos para entregar mensagens a eles, e assim meistres não são atribuídos a eles.

Os cranogmanos são ridiculamente referidos por pessoas de fora como "homens de lama" e "comedores de sapo". Eles são um povo pobre, principalmente subsistindo da pesca, bem como comendo qualquer tipo de caça que possam encontrar. Segundo os padrões de alguns dos seus vizinhos, a sua cultura é um pouco primitiva, mas com grande conhecimento do seu território, bem como de venenos feitos por plantas locais e animais nos pântanos.

Devido ao seu isolamento auto-imposto, a cultura cranogmana permanece praticamente inalterada desde a época dos Primeiros Homens, antes da Invasão Ândala há seis mil anos (embora tenham aprendido a língua comum imposta no continente pelos Ândalos). Como seus primos nortenhos, eles ainda adoram os Deuses Antigos da Floresta, mantêm uma estreita ligação com a natureza e foram espalhados boatos de estarem perto dos Filhos da Floresta nos últimos milênios.

Em outros aspectos, os cranogmanos são algo de uma cultura híbrida única entre o que normalmente é encontrado no Norte e os reinos do sul de Westeros. Como a região mais ao sul do Norte, o clima de sua casa não é tão frio e desolado como a maioria do resto do Norte, mas é em vez úmido, pantanoso e coberto de peixes e caça. Os arredores de sua casa, assim, moldando seu modo de vida para ser bastante diferente da de seus primos nas principais partes do Norte.

Howland Reed ToJ

Howland Reed, senhor de Atalaia da Água Cinzenta e governante dos cranogmanos.

Os cranogmanos não marcham em batalha aberta, e se invadidos dependem de recuar seus crannogs mais profundamente nos pântanos. Os cranogmanos usarão então táticas de guerrilha, flechas envenenadas, e seu conhecimento superior do terreno pantanoso difícil para sangrar os invasores com o atrito. Por dez mil anos, os cranogmanos provaram ser muito difíceis de conquistar, embora, de outra forma, eles geralmente se isolam em seus pântanos e não incomodam estranhos. Eles estão envolvidos em uma disputa secular com a Casa Frey, cujas terras diretamente fronteira seus pântanos (e cujo limite forma a fronteira entre o Norte e as Terras Fluviais), como Freys muitas vezes tentam invadir as terras dos cranogmanos.

Referências

  1. História e Tradição: A Casa Reed


Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória