FANDOM


A Casa Baratheon de Pedra do Dragão é um ramo mais novo da Casa Baratheon de Ponta Tempestade. Sua sede fica em Pedra do Dragão, uma ilha que fica fora do continente, a nordeste de Porto Real. Seu fundador e atual chefe, é o Rei Stannis, que tomou a ilha no final da Rebelião de Robert. Originalmente, Stannis usou o veado coroado dos Baratheon, mas durante a Guerra dos Cinco Reis, ele criou seu próprio brasão, um coração vermelho rodeado por chamas cor de laranja sobre um fundo amarelo-vivo. No interior do coração entra-se retratado o veado coroado da Casa Baratheon, de negro.[1] Na hora da Batalha de Castelo Negro, ele aparentemente juntou o brasão com o tradicional da Casa Baratheon, um veado preto em uma folha de ouro martelado".[2]

HistóriaEditar

Foi formada em 283 após a Guerra do Usurpador quando o novo rei, Robert I, nomeou seu irmão mais novo, Stannis, Príncipe de Pedra do Dragão.[3] Stannis tomou o título como uma desfeita, já que ele preferia as terras ricas de Ponta Tempestade, o castelo ancestral dos Baratheon, mas Robert queria uma forte líder na sede antiga da Casa Targaryen. Por volta de 287, Lorde Stannis tomou Selyse Florent como esposa. Durante a Rebelião Greyjoy de 289, Stannis, como Mestre dos Navios de Robert, liderou a frota dos Baratheon a vitória na Batalha de Ilha Bela. Após isso, Stannis e Selyse conceberam a filha deles, Shireen, apesar de seu casamento permanecer sem amor.

Eventos recentesEditar

Stannis foi o primeiro a suspeitar que as crianças da Rainha Cersei não eram de Robert. Enquanto investigava o assunto com a Mão do Rei, Lorde Jon Arryn, Stannis concordou em manter o filho de Jon, Robin, em Pedra do Dragão. Nem este e nem o momento de revelar a informação para Robert chegou a ocorrer, já que: Lorde Arryn foi envenenado e Stannis se retirou para Pedra do Dragão para chamar seus vassalos. Antes que ele pudesse retornar para Porto Real, Robert também estava morto e o reino estava pronto para a guerra. Enviando cartas através do reino, Stannis se proclamou o rei por direito devido as abominações nascidas de incesto da rainha. Apesar de as pobres terras de Pedra do Dragão apenas permitirem um pequeno apoio por sua causa, a religião e a mágica dee Melisandre de Asshai deu foco à causa de Stannis, permitindo o assassinato de seu irmão, Renly e assim conseguir a maioria de seus vassalos. A religião vermelha virou um ponto de conflito entre as casas juramentadas e seus senhores de Stannis, com os defensores e ferventes crentes, chamados Homens da Rainha, e os que protestavam, Homens do Rei. A luta da casa contra a Casa Baratheon de Porto Real foi negada após a Batalha da Água Negra, forçando Stannis a se retirar. O apoio da família de Selyse, a Casa Florent, tem sido importante para Stannis, mas ele se ressente de sua intromissão. Ele então viajou para a Muralha e venceu a Batalha de Castelo Negro, começando sua campanha para conquistar o Norte. As forças do Trono de Ferro tomaram Pedra do Dragão, e a Companhia Dourada ameaça Ponta Tempestade. Ele está atualmente atacando Winterfell, segurada pela Casa Bolton, enquanto a Rainha Selyse permanece na Muralha, onde ela prepara o casamento de vários de seus cavaleiros com selvagens.

CasaEditar

Os principais membros da Casa do Rei:Editar

Os cativos do Rei e seus convidados:Editar

Os cavaleiros do Rei e espadas juramentadas marchando até Winterfell:Editar

Os cavaleiros do Rei e espadas juramentadas em Castelo Negro:Editar

O pessoal do Rei em Pedra do Dragão:Editar

  • Meistre {Cressen}, curandeiro e tutor, um homem velho. Se envenenou em uma tentativa de matar Melisandre.
    • Meistre Pylos, seu jovem sucessor. Seu destino é deosconhecido.
  • Lorde {Alester Florent}, Senhor de Fortaleza das Águas Claras e Mão do Rei, tio da Rainha Selyse. Preso por traição e morto vivo por Melisandre.
  • Sor Rolland Storm, chamado de 'o Bastardo de Nocticantiga', Senhor de Nocticantiga e Senhor das Marcas, castelão em Pedra do Dragão. Destino desconhecido após o Cerco de Pedra do Dragão.
  • {Jate Blackberry}, capitão do portão de Pedra do Dragão. Morto na Água Negra.
  • Sor {Hubard Rambton}, um cavaleiro juramentado a Stannis. Morto defendendo a queima do septo de Pedra do Dragão.
    • {Seus três filhos}. Um morto com Sor Hurbard, os outros mortos vivos pela Rainha Selyse.
  • Sor Gerald Gower, Sor Triston de Monte de Talha, cavaleiros juramentados ao Rei Stannis. Protetores e guardas de Edric.
  • Omer Blackberry, homem juramentado ao Rei Stannis. Protetor e guarda de Edric. Atualmente nas Cidades Livres com ele.
  • Lewys, chamado de 'Lewys Esposa de Peixes', homem juramentado ao Rei Stannis. Protetor e guarda de Edric.
  • Septão Barre, protetor do septo em Pedra do Dragão. Preso.
  • "Mingau" e "Lampreia", dois carcereiros. Destinho desconhecido.

O pessoal do Rei em Ponta Tempestade:Editar

Os vassalos do Rei em suas sedesEditar

Os cavaleiros do Rei atualmente presos:Editar

Piratas:Editar

  • Salladhor Saan, nomeado Senhor da Baia da Água Negra, auto intitulado Príncipe do Mar Estreito, um pirata e mestre de uma frota de galés. Abandonou a causa de Stannis.
  • Morosh, chamado de 'Morosh, o Mirano', um almirante mercenário. Destino desconhecido.

Referências nos livrosEditar

As Crônicas de Gelo e FogoEditar

Casas juramentadasEditar

Juramentadas à Pedra do DragãoEditar

No NorteEditar

Nas Terras da CoroaEditar

Nas Terras da TempestadeEditar

Na CampinaEditar

ReferênciasEditar

  1. A Fúria dos Reis, Capítulo 31, Catelyn
  2. A Tormenta de Espadas, Capítulo 74, Arya
  3. A Fúria dos Reis, Prólogo

Predefinição:CasasTerrasCoroa

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória