FANDOM


Night's-Watch-Main-Shield
House-Marsh-Main-Shield

Primeiro Intendente Bowen Marsh é um personagem recorrente na quinta e sexta temporadas que já tinha sido mencionado na primeira temporada. Ele é interpretado por Michael Condron.

Biografia

Bowen Marsh é o primeiro Intendente da Patrulha da Noite, baseado em Castelo Negro. Ele está encarregado do dia-a-dia da Patrulha, lidando com questões de suprimentos, financiamento, logística e comunicações. Ele vem da Casa Marsh, uma nobre família cranogmana do Gargalo jurada a Casa Reed.

Temporada 1

Após a cerimônia de atribuição, Meistre Aemon ordens a Pypar para relatório para Bowen Marsh nas cozinhas.[1]

Temporada 5

Marsh está presente quando Mance Rayder é executado por Stannis Baratheon por se recusar a dobrar o joelho.[2]

Marsh participa na escolha do 998th Lorde Comandante da Patrulha da Noite. Ele está entre os partidários de Alliser Thorne, e não consegue aplaudir ou animar quando Jon Snow é eleito.[3]

Em uma reunião posterior na Patrulha, Marsh senta-se ao lado de Jon, de Thorne e do Primeiro Construtor Othell Yarwyck e se opõe abertamente a proposta de Jon para permitir o acesso dos selvagens através da A Muralha]] para estabelecer-se nos Sete Reinos ou mesmo se juntar a própria Patrulha. Samwell Tarly cita The Gift como um bom lugar para os selvagens se estabelecerem porque grande parte da terra lá está deserta, mas Marsh lembra-lhe que isto é porque os selvagens freqüentemente alvejaram as terras da Dádiva em suas invasões ao Norte, citando Olly como exemplo.[4]

Quando Jon Snow retorna de Durolar com milhares de selvagens e os deixa entrar através da Muralha, Bowen Marsh está entre os muitos irmãos negros que olham para os selvagens e até para seu Lorde Comandante com nojo.[5]

Marsh mais tarde participa e ajuda a organizar um motim contra Jon Snow, como muitos irmãos sentem que ele rendeu a Patrulha aos selvagens. Depois de enganar Jon para ser preso em um canto, Marsh é o terceiro a esfaquear Jon, após Alliser Thorne e Othell Yarwyck, embora ele pareça um pouco remorso ao proferir "Pela Patrulha". Ele e os amotinados deixam Jon morto enquanto o sol nasce.[6]

Temporada 6

Thorne admite abertamente que orquestrou o assassinato de Jon, e Marsh foi um dos conspiradores. Marsh está presente quando Thorne ameaça matar os leais a Jon se eles se recusarem a render-se ao cair da noite.[7] No anoitecer, Marsh está entre os amotinados que tentam penetrar nos aposentos de Jon, parando apenas quando Eddison Tollett retorna com o exército selvagem. Com a Patrulha da Noite superada em número, Edd ordena que os amotinados sejam presos por sua traição. Marsh é posteriormente arrastado fora e trancado em uma cela de gelo.[8] Após a ressurreição de Jon, Marsh e os amotinados são sentenciados à execução por enforcamento por sua traição. Ele diz abertamente a Jon que não deveria estar vivo, enquanto Jon contesta que os amotinados não deveriam tê-lo matado. Ele morre quando Jon corta a corda que aciona o enforcamento.[9]

Citações

Bowen Marsh: Não deveria estar vivo. Não é certo
Jon Snow: Como não era me matar
―- As últimas palavras de Bowen Marsh antes de ser enforcado por Jon Snow por traição.[9]

Referências

  1. Você Vence ou Você Morre
  2. As Guerras por Vir
  3. A Casa de Preto e Branco
  4. Mate o Garoto
  5. A Dança dos Dragões
  6. Misericórdia da Mãe
  7. A Mulher Vermelha (episódio)
  8. Casa
  9. 9,0 9,1 Quebradora de Promessas (episódio)


Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.