FANDOM


"... os Baratheon lutam entre si, ..."
Daenerys Targaryen para Sor Jorah Mormont[fonte]


A Casa Baratheon de Ponta da Tempestade é uma grande casa de Westeros legalmente extinta. Sua ramificação principal era a casa real, mas a Casa Lannister atualmente controla o trono.

O símbolo da Casa Baratheon é um veado preto sobre um fundo dourado e seu lema deles é "Nossa é a Fúria" . Quando Robert Baratheon subiu ao Trono de Ferro e retirando a Casa Targaryen dele, uma coroa de ouro foi adicionado ao veado, denotando seu status como a casa real.

Quando a Guerra dos Cinco Reis começou após a morte do rei Robert Baratheon, a Casa Baratheon tornou-se dividida em três facções distintas: uma liderada pelo alegado filho de Robert (que na verdade é o produto de uma relação sexual incestuosa entre Cersei Lannister e Jaime Lannister), Joffrey Baratheon; uma liderada por seu irmão do meio, Stannis Baratheon; e uma liderada por seu outro irmão mais novo, Renly Baratheon e seus respectivos aliados. Como resultado do assassinato de Renly e as baixas sofridas na Batalha da Água Negra, a maioria dos sobreviventes senhores e vassalos da Casa Baratheon estavam até agora jurado à Stannis, embora grande parte das Terras da Tempestade estejam ocupadas por soldados da Casa Lannister e Casa Tyrell, forças leais ao Rei Tommen Baratheon, irmão mais novo de Joffrey e último rei dessa casa, pois se suicidou. Cersei Lannister assumiu o trono depois disso, mas resta-nos saber por quanto tempo, visto a grande frota Targaryen que vem pelo leste e a aliança entre as Casas Targaryen, Greyjoy, Tyrell e Martell que apoiam a reinvidicação de Daenerys Targaryen ao Trono de Ferro e, visto os grandes conflitos é o fim da Dinastia Baratheon e pode ocasionar também a extinção da Casa Baratheon, visto que não resta mais herdeiros comandar Ponta Tempestade.

A casa de Baratheon agora está extinta, mas a linhagem da família continua através de Gendry, um filho bastardo de Robert Baratheon e a última pessoa viva conhecida com laços verdadeiros de sangue com a família Baratheon.

História

Antes

A casa Baratheon foi fundada por Orys Baratheon, um general no exército do rei Aegon I Targaryen, fundador da dinastia Targaryen que conquistou os Sete Reinos. Orys Baratheon também era, segundo rumores, meio-irmão bastardo de Aegon. Ele derrotou Argilac o Durrandon, o último dos Reis da Tempestade, e capturou seu castelo de Ponta Tempestade. Para suas realizações, Orys foi feito o Senhor de Ponta Tempestade e fundou a Casa Baratheon. Orys tomou o sigilo e as palavras da casa derrotada Durrandon como sua, cimentando seu domínio sobre as Terras da Tempestade casando-se com Argella Durrandon, filha do Argilac.

281 anos depois, Lorde Robert Baratheon liderou uma rebelião contra o rei Aerys II Targaryen depois que seu filho e herdeiro mais velho, o Príncipe Rhaegar Targaryen, fugiu com a noiva de Robert, Lyanna Stark. Robert, que foi apoiado por Eddard Stark, Jon Arryn e Hoster Tully, mataram Rhaegar na Batalha do Tridente e Porto Real, a capital dos Sete Reinos, logo depois foi saqueada por Tywin Lannister, em nome de Robert. No final da rebelião, Ned Stark encontrou sua irmã Lyanna na Torre da Alegria em Dorne, onde morreu "em uma cama de sangue." Com os últimos conhecidos Targaryens - Prince Viserys III Targaryen e a Princesa Daenerys Targaryen - que haviam fugido pelo Mar Estreito para as Cidades Livres de Essos, Robert ascendeu ao Trono de Ferro como o Rei Robert I. Ele foi casado com a filha de Tywin, Cersei Lannister, e assim formou a ramo filial real, Casa Baratheon de Porto Real Robert nomeou Jon Arryn como sua Mão do Rei.

Quando Casa Baratheon tornou-se a nova família real, a heráldica da casa principal foi ligeiramente alterada, acrescentando uma coroa ao veado preto em um campo dourado, indicando o status real recentemente conquistado.[1]

Quando Robert tornou-se o novo Rei, ele deixou seu mais novo irmão, Renly Baratheon, que era apenas uma criança na época, para governar as Tempestades do Ponta Tempestade. Enquanto isso, ele nomeou seu irmão do meio Stannis Baratheon como o novo Senhor de Pedra do Dragão; Dragonstone era tradicionalmente a sede do herdeiro do Trono de Ferro. Isso formou o ramo filial Casa Baratheon de Pedra do Dragão, que foi solidificado pelo casamento de Stannis com Selyse Florent. Isso também fez de Stannis o senhor de várias pequenas ilhas periféricas das Terras da Coroa que estão na Baía da Água Negra. Isso foi visto como um insulto para Stannis, que não conseguiu capturar os últimos Targaryens em Pedra do Dragão quando ele atacou a ilha, enquanto Pedra do Dragão não era tão rica ou prestigiada como Ponta Tempestade. No entanto, Stannis era um comandante militar comprovado e um vassalo leal de sua experiência era necessário para controlar Pedra do Dragão, cujo senhor governava as casas que tinham sido as mais leais da Casa Targaryen.

Renly e Stannis serviram no Pequeno Conselho de Robert como Mestre das Leis e Mestre de Navios, respectivamente. No entanto, eles continuaram sendo referidos como Lord Renly e Lord Stannis, mesmo após a ascensão de Robert ao Trono de Ferro, não o Príncipe Renly e o Príncipe Stannis.

Não está exatamente claro como o rei Robert imaginou dividir seus pertences para as gerações futuras da Casa Baratheon, ou se ele tivesse um plano. Não está claro se ele quisesse unir permanentemente as Terras da Coroa em torno de Porto Real com as terras altas em torno de Ponta Tempestade (que fazem fronteira com as Terras da Coroa). Alternativamente, ele poderia ter transferido Ponta Tempestade e as Terras da Tempestade para um ramo de cadete da Casa Baratheon formado por crianças de Stannis ou Renly, enquanto os próprios "filhos" de Robert governavam as Terras da Coroa. Existe até a possibilidade de que Robert pretendesse cortar seus irmãos mais novos da sucessão e ter a regra das Terras da Tempestade passar para o filho "Tommen" mais novo. Qualquer plano que Robert ou seus conselheiros possam ter tido foram varridos pelo início da guerra devido a morte inesperada.

Relacionamentos

Membros

Casas vassalas

Casas das Marcas de Dorne

Casas da Baía da Água Negra

Nos Livros

Referências

  1. O Leão e a Rosa

Predefinição:GrandesCasas Predefinição:CasasTempestade