FANDOM


A assembleia de homens livres é um costume dos nascidos do ferro e parte das tradições que eles chamam de Costume Antigo. Ao contrário dos senhorios e reis tradicionais do continente, nos séculos passados o título de Rei das Ilhas de Ferro não era baseado numa monarquia hereditária, mas sim num reinado eletivo: todos os senhores e capitães de navios das Ilhas de Ferro se reuniam em uma conferência conhecida como assembleia de homens livres para realizar a eleição de um novo rei entre seus próprios homens.

História

Nas Ilhas de Ferro, acredita-se que todo capitão de navio é essencialmente o rei de seu barco no mar aberto. Se um capitão for tolo ou incompetente, ele acaba provocando a morte de sua tripulação; com isso, nos tempos antigos, os nascidos do ferro vieram a aceitar que um capitão não poderia manter sua posição sem o consentimento de seus homens — e, por extensão, também os reis de cada ilha (que eram "capitães" em um sentido, e muitas vezes almirantes de suas frotas navais). Isso se tornou as eleições da "assembleia de homens livres", onde todos os senhores e capitães de navios votam sobre quem deve ser seu próximo rei, e não apenas deixando o filho do rei anterior herdar o governo.[1]

Entre os nascidos do ferro, a lenda diz que, durante a Era da Aurora, depois que assassinou o dragão marinho Nagga, o Rei Cinzento unificou as ilhas. Após sua morte, os cem filhos do Rei Cinzento lutaram pelo poder até restarem apenas dezesseis. Sabendo que seus poderes eram equilibrados, os irmãos concordaram em resolver o assunto votando em quem deveria ser rei. Dado que o Rei Cinzento foi uma figura lendária que supostamente guerreou com deuses e monstros, muitos duvidam que ele ou seus filhos tenham existido. Mas o fato é que, devido à sua vida dura no mar, os nascidos do ferro desenvolveram uma forte tradição de que seus reis devem conquistar o posto através do apoio da maioria de seus subordinados, por meio de eleições abertas.[1]

Depois que o Rei Harren, o Negro, e seus filhos foram mortos na Guerra da Conquista, Aegon I Targaryen permitiu que os nascidos do ferro selecionassem uma nova casa para governar as Ilhas de Ferro (sob o domínio geral dos Targaryen), de acordo com seu costume. Os nascidos do ferro escolheram Vickon Greyjoy como Senhor das Ilhas de Ferro, e a Casa Greyjoy continuou a governar os nascidos do ferro pelo direito hereditário durante os três séculos seguintes.[1]

Os Greyjoy continuaram realizando assembleias simbólicas desde então, embora estas não passassem de cerimônias vazias. Após a Conquista, os Greyjoy praticaram funcionalmente as mesmas leis de herança que o resto de Westeros, e essas "assembleias de homens livres" sempre escolhiam o herdeiro de sangue do último líder, que não governava como "rei", mas como Senhor Supremo sob o governo dos reis Targaryen.[1]

Referências

  1. 1,0 1,1 1,2 1,3 A Assembleia de Homens Livres

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.