FANDOM


"As Arenas de Luta de Meereen" faz parte de História e Tradição, uma série de animações especiais incluídas no Blu-ray da 5ª Temporada de Game of Thrones. É narrado por Michiel Huisman como Daario Naharis.

Sinopse

Daario Naharis descreve a história das arenas de luta de Meereen, os diferentes tipos de lutas que ocorrem e as vidas que os lutadores mais habilidosos levam.

Narração

Daario Naharis: As pessoas amam sangue, quando não é o delas. Mas brigas de tavernas são entediantes e guerras nunca têm um bom assento na plateia. Assim, as famosas arenas de luta de Meereen abriram pouco depois da fundação da própria cidade. Ouvi dizerem que, originalmente, os combates eram um sacrifício de sangue aos deuses de Ghis, o império que fundou Meereen. Alguns acreditam que ainda são, mas o Império Ghiscari morreu há muito tempo, bem como seus deuses. No entanto, as arenas permaneceram abertas, enchendo o bolso da cidade com ouro dos confins da Terra. Suponho que as arenas de luta ainda sejam um sacrifício de sangue, afinal. Apenas os deuses mudaram.

Nas arenas, escravos lutavam entre si até a morte, por fama ou glória — e ouro para seus mestres. Muito ouro. O bastante para os mestres investirem em um treinamento rigoroso. Escravos eram ensinados a lutar como gritadores dothraki, Sacerdotes Barbudos de Norvos, saqueadores nascidos do ferro, cavaleiros westerosi, caçadores qohoriks e piratas lisenos; tudo o que animasse uma multidão. Afinal, todos querem saber quem é o melhor e, é claro, quem não é, pois as multidões não vêm apenas para ver homens lutarem bem. Já vi os mestres soltarem tigres, leões e outros animais exóticos na arena para perseguir escravos de menor custo, mal treinados, se é que o foram. Uma puta me contou uma vez sobre a diversão em uma das arenas menos prestigiosas; um garoto foi melado em mel, outro em sangue e outro em peixe podre. Depois, um urso foi solto e a multidão apostou em qual garoto o urso comeria primeiro. Nunca soube quem venceu. Se bem que era óbvio: os mestres.

Tais histórias me preocupavam? É claro que não. Eu sabia lutar, e para um bom lutador, a vida era luxuosa. Milhares de pessoas entoavam seu nome quando ele pisava nas arenas. Ele comia as melhores refeições, bebia os vinhos mais finos e dormia sobre peles exóticas — raramente sozinho. Mulheres se atiravam sobre ele ou se esgueiravam em seu quarto para esperá-lo após uma luta. Princesas estrangeiras, sacerdotisas, até as esposas e filhas caprichosas dos mestres. E ele nunca precisaria temer punições, pois um grande lutador pode valer trezentas mil honras. Outra esposa seria mais barata.

E quando esse renomado lutador finalmente caísse, pois todos os lutadores caem com o tempo, seu nome seria inscrito nos Portões do Destino, entre outros mortos corajosos. Lembro-me de uma vez ter tentado contar todos os nomes, mas os portões se abriram antes que eu terminasse e mais outra luta começou.

Notas

  • Nos livros, é realmente descrito que, assim como os antigos jogos de gladiadores romanos da vida real, há uma variedade de diferentes tipos de jogos nas arenas de luta: fora os jogos gladiatórios principais, também há lutas de gladiadores contra animais exóticos, ou de animais exóticos entre si. Uns dos combates mais sinistros, mas mesmo assim populares, são as "folias" — como fazer escravos desarmados e inexperientes lutarem contra leões e tigres. As piores folias frequentemente mandam crianças, idosas ou anões para que sejam despedaçados, pois o público vai para ver sangue. Quando Tyrion Lannister é levado até Meereen como escravo por Yezzan zo Qaggaz, nos livros, ele evita por pouco ser mandado em uma das folias nas quais anões são comidos por leões. Daenerys impede no último minuto, no entanto (não sabendo que Tyrion está lá), porque ela relutantemente permitiu apenas jogos gladiatórios onde homens livres participassem por livre e espontânea vontade.
  • A história contada por Daario de que uma prostituta o contou sobre três garotos que foram dados de comer a um urso realmente aconteceu nos romances: quando Daenerys estava em Astapor e Kraznys mo Nakloz estava mostrando-lhe a região como potencial compradora dos Imaculados, ele ofereceu entretê-la ao levá-la a uma das arenas de luta que mais recomendava: um garoto seria besuntado de mel, outro de sangue e outro de peixe podre, e o público poderia apostar qual deles o urso comeria primeiro. Daenerys recusa o convite. Essa arena específica em Astapor era conhecida como Arena de Douquor.
  • As "honras", mencionadas pelo nome, são usadas como moeda corrente em diversas cidades de Essos, como Meereen e Volantis (embora uma honra volantina não tenha o mesmo valor que uma meereenesa). A primeira vez que elas foram mencionadas pelo nome na série de TV em si foi no episódio "A Dádiva", da 5ª temporada, quando Jorah Mormont é leiloado a Yezzan para lutar em jogos gladiatórios. Jorah é apresentado como uma oferta justa, sendo um guerreiro experiente treinado em espada e lança: o lance inicial é de 12 honras de ouro, e Yezzan o compra por 20. Nos romances, porém, um lance de 5.000 honras em um leilão de dois escravos para as arenas de luta é considerado uma oferta insultuosamente baixa. Este vídeo é mais próximo aos valores apresentados nos livros, com Daario dizendo que um escravo-gladiador campeão pode chegar a valer 300.000 honras.

Galeria


Aparições

Lugares

Titles

Raças

Diversos

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória